Segunda-feira, 24 de maio de 2021 - 9h42
Randon Ventures investe em plataforma digital de fretes fracionados
Trata-se do quinto aporte realizado pela aceleradora de startups das empresas Randon em seu primeiro ano de atuação

A Randon Ventures, unidade de investimentos e aceleração de startups das empresas Randon, liderou uma rodada de investimento no valor de R$ 1,4 milhão na TruggHub, startup que atua como marketplace de fretes, tendo se especializado no segmento de cargas fracionadas. Esse é o quinto investimento da Randon Ventures desde que foi criada em 2020.

A solução da TruggHub para lidar com as cargas fracionadas é a possibilidade de automatizar o processo de cotações e fazer leilões-relâmpagos, ou flash-bids, o que propicia o compartilhamento de espaços ociosos em caminhões por preços diferenciados, aproveitando os complementos de carga ou fretes de retorno. Um dos principais diferenciais da TruggHub é a atuação na chamada performance do frete, mediando toda a operação, desde a emissão dos documentos fiscais, averbação de seguros, gerenciamento de risco e coleta até o monitoramento do processo de entrega.

Para Alexandre Coelho, CEO da TruggHub, a expectativa é que o investimento e a parceria com a Randon Ventures possam acelerar significativamente o crescimento da startup. “Acreditamos que esse movimento vai potencializar a escalabilidade do nosso negócio, tanto pela relevância das operações das empresas Randon no setor de logística, quanto pela estrutura de apoio a startups”, destaca.

“Por ser uma corporate venture, aliado ao retorno financeiro, conseguimos trazer sinergia de portfólio, maximizando os resultados das investidas”, ressalta o gerente de Negócios e Estratégias Digitais das Empresas Randon e head officer da Randon Ventures, Mateus de Abreu.

Além da TruggHub, a Randon Ventures já investiu nas startups Abbiamo, Grupo Delta, TruckHelp e Soon (conhecida anteriormente como Reboque.me). Em recente parceria com a 4all, também foi anunciada a criação de uma nova companhia para oferecer serviços financeiros digitais, por meio do projeto R4.