Terça-feira, 25 de maio de 2021 - 10h02
FCA registra aumento no transporte de insumos siderúrgicos
Crescimento reforça a vocação da Ferrovia Centro Atlântica para a movimentação de cargas gerais

A Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), administrada pela VLI, registrou 7,52 milhões de toneladas de insumos siderúrgicos transportados ao longo de sua malha no acumulado do passado, diante dos 7,26 milhões movimentados em 2019. De acordo com a própria empresa, os números reforçam a vocação da ferrovia para o transporte de cargas gerais.

O aumento conferido foi de 3,64%, mesmo em um ano cuja produção do setor, especialmente no primeiro semestre, foi severamente impactada pelo cenário imposto pela pandemia do novo coronavírus. Nos últimos cinco anos, 37,73 milhões de toneladas de materiais siderúrgicos foram movimentados ao longo da malha da FCA.

Divulgação

Dentre os insumos siderúrgicos movimentados pela FCA estão areia, calcário, cimento, clínquer, contêineres, coque, escória, ferro gusa, granito, minérios, pelota e produtos siderúrgicos como gondolas e plataformas.

O corredor Centro-Leste atende à demanda da indústria siderúrgica e cumpre um papel fundamental no sistema logístico deste setor. Por intermédio do corredor, a FCA oferece soluções logísticas customizadas que integram os principais estados produtores de aço e consumidores de insumos siderúrgicos no Brasil.

Ao todo, a FCA movimentou no ano passado 39,55 milhões de toneladas, ante 36,04 milhões no ano anterior, crescimento de 9,8%. A receita líquida dessas operações saltou de R$ 2,41 bilhões em 2019 para 2,68 bilhões em 2020, o que representa uma alta de 11%.