Sexta-feira, 11 de junho de 2021 - 10h01
Hyster lança transpaleteira elétrica de íon-lítio modelo PC1.5
Equipamento tem capacidade para 1.500 kg e é aplicado em operações contínuas

A Hyster amplia portfólio e lança a transpaleteira elétrica de íon-lítio modelo PC1.5. Segundo a empresa, a novidade traz vantagens quando comparado com a versão manual, como facilidade de operação e eficiência superior.  Com 1.500 kg de capacidade, o modelo PC1.5 é indicado para operações contínuas, destacando-se, segundo a empresa, por ser fácil de operar e por entregar três vezes mais intensidade do que a versão manual.

“A transpaleteira elétrica PC1.5 foi pensada para gerar maior produtividade, com excelente custo benefício aos clientes da Hyster. Mas não para por aí. Com um design compacto e leve, e a capacidade de apresentar ótimo desempenho em rampas, o equipamento também beneficia os operadores ao demandar o mínimo esforço por parte deles”, conta a gerente de Marketing da Hyster, Juliana Tavares.

De acordo com a executiva, a transpaleteira elétrica da marca pode ser acionada com um simples toque de botão. Além disso, explica, a ponta do garfo que acompanha o modelo foi especialmente desenvolvida para não enroscar nos paletes, trazendo mais produtividade para as operações. A transpaleteira elétrica PC1.5 também conta com estrutura de aço e cobertura de proteção, alerta para recarga, botão antiesmagamento de emergência, timão multifunção com display LCD e motor de tração sem escova.

“Além disso, o equipamento pode alcançar uma velocidade de 4 km/h quando carregado e 4,5 km/h quando está livre de cargas, o que é considerado um bom índice para esta categoria de equipamento”, conta a gerente.

Juliana revela que para completar a lista de diferenciais, a bateria de íon lítio que acompanha a PC1.5 pode ser trocada em apenas seis segundos e vem com um carregador rápido de três horas. “Outro ponto importante é que os equipamentos movidos a íon lítio permitem o que chamamos de cargas de oportunidade, ou seja, recargas que podem ser feitas nos intervalos de descanso das equipes, não necessitando que a bateria seja removida para isso”, afirma a gerente de Marketing da Hyster.