Terça-feira, 12 de outubro de 2021 - 10h33
VLI e WasteBank criam o Projeto Novo Trilho
Iniciativa foi desenvolvida para estimular atitudes sustentáveis por meio da destinação adequada de resíduos sólidos

A VLI, empresa de soluções logísticas, e a WasteBank – Banco de Resíduos que tem foco no ecossistema da reciclagem e bancarização, anunciam o Projeto Novo Trilho, concebido com o objetivo de estimular atitudes sustentáveis por meio da destinação adequada de resíduos sólidos, ao mesmo tempo em que promove a inclusão em comunidades, por intermédio da remuneração de agentes envolvidos no ciclo de coleta, sobretudo catadores, cooperativas, sucateiros e pequenos empreendedores.

“A sustentabilidade e o desenvolvimento local são valores prioritários para a VLI. O Projeto Novo Trilho é um reforço destes dois pilares e solidifica mais um passo da empresa na geração de valor na sociedade”, afirma o analista de Responsabilidade Social da VLI, Itamar Lucas.

O Projeto Novo Trilho conecta catadores, cooperativas, sucateiros e pequenos empreendedores a compradores mapeados de resíduos recicláveis, promovendo aos agentes coletores a remuneração financeira. Para ingressar no ecossistema, é preciso que os interessados solicitem, gratuitamente, a criação de uma conta no aplicativo WasteBank.

Vale lembrar que o aplicativo é uma solução financeira que possibilita acesso gratuito a uma série de serviços básicos, entre eles o recebimento de um cartão físico que será utilizado para que sejam creditados os valores oriundos da venda dos resíduos recicláveis.

No espaço social do projeto, localizado no Bairro Nova Cintra, em Belo Horizonte, pessoas físicas e jurídicas interessadas serão capacitadas para a utilização do aplicativo e serviços vinculados, além de terem à disposição mais serviços gratuitos básicos, como abertura de conta social, orientação financeira e acesso gratuito à internet.

O programa, promovido pela VLI junto à WasteBank, utiliza a ciência comportamental e promove na prática, de acordo com as empresas, a economia circular, fomentando a inclusão, a educação financeira e a sustentabilidade, especialmente em regiões mais carentes ao ampliar as oportunidades sociais, gerando impacto positivo no meio e em toda a sociedade.