Sexta-feira, 10 de novembro de 2006 - 16h54
Panarello otimiza operação com implantação do picking by light

Sistema trouxe redução do tempo de separação e de erros nos pedidos

A fim de tornar os processos de separação mais rápidos e eficazes, a distribuidora farmacêutica Panarello está investindo, desde 2001, em tecnologia e processos para diferenciar a sua operação no mercado. Após a implantação do sistema SAP e das esteiras de movimentação fornecidas pela Knapp, a empresa iniciou, em 2004, o projeto de introdução do sistema de picking by light em sua matriz, localizada na cidade de Goiânia.

Nesta solução, a separação é realizada em caixas levadas até a estação de trabalho para a montagem dos pedidos e, para cada referência que compõe o pedido, um display luminoso indica os itens que devem ser separados, sem a necessidade de um picking list. A Avvenire Soluções Logísticas, em parceria com a Sky Systems, foram as empresas escolhidas pela Panarello para desenhar um sistema capaz de atender às necessidades da empresa de forma confiável. A solução desenvolvida, denominada Flash Pick 1, entrou em operação no mês passado com 6.217 posições de endereçamento.

“A separação é um dos grandes gargalos para as empresas do segmento de distribuição, pois a demora, as falhas na separação, a mão-de-obra não-especializada e com alta rotatividade, o excesso de papéis e a falta de relatórios resultam na perda de clientes e de competitividade, assim como no aumento na folha de pagamentos e de encargos”, explica Gustavo Kotscho, consultor da Avvenire. “Outro problema enfrentado, principalmente pelas distribuidoras farmacêuticas, é a necessidade de realizar a leitura óptica de cada unidade para efetuar a conferência do pedido e, principalmente, para alocar o lote de fabricação à nota fiscal de venda”.

Fundada em 1976, a Panarello oferece soluções integradas de logística no abastecimento de produtos de saúde para farmácias, hospitais e empresas varejistas do mercado brasileiro. Ela estende hoje seus serviços por todos os estados da Federação e o Distrito Federal (exceções feitas a Roraima e Amapá) e, para cobrir com agilidade a todas essas regiões, conta com 13 centros de distribuição e o suporte de vários escritórios regionais. A Panarello utiliza hoje uma frota de 400 veículos próprios e terceirizados, que rodam diariamente em torno de 240 mil km, atendendo a mais de 35 mil farmácias em todo país.

Aumento no desempenho e redução de custos

Apesar do pouco tempo de implantação, a solução já apresenta resultados. Um dos ganhos obtidos foi a redução no tempo de separação após a instalação de microchips (RFID) nas caixas plásticas de separação, a fim de permitir a sua identificação e associação com os pedidos. Pela separação manual anteriormente adotada, cada pedido era atendido em duas horas e 45 minutos, em média, e as falhas giravam em torno de 10% – isto é, para cada cem lotes separados, dez apresentavam erros e, conseqüentemente, retrabalhos.

Com a implantação do novo sistema de separação, foi possível diminuir o tempo da operação para uma hora e sete minutos, em média, e é possível reduzir ainda mais – o objetivo da Panarello é que nenhum pedido ultrapasse 45 minutos até final de dezembro. O índice de erros caiu para menos de 0,5% e eliminou-se o uso de papel, canetas, impressoras e de custos associados. “Como o sistema não trabalha com papel, nenhum funcionário tem acesso ao número e ao destino do pedido, o que eliminou a possibilidade de “acordos” entre funcionários e clientes ou transportadoras”, afirma Kotscho.

Houve ainda uma redução da estrutura de conferência – a utilização de equipamentos, leitores, cabeamentos e instalações elétricas caiu a praticamente zero, pois mesmo os produtos com impossibilidade de leitura óptica (etiquetas em má qualidade, por exemplo) podem ser lidos através da etiqueta EAN do fornecedor, e o lote pode ser alocado na própria estação de separação. “A leitura externa ao equipamento restringe-se àqueles produtos com divergência de peso, causada por mudanças de embalagem pelo fornecedor”, acrescenta Kotscho.

A implantação da solução foi também responsável pela padronização das linhas de separação e sua adaptação imediata às necessidades específicas da Panarello, facilitando a remoção e a transferência de grupos de tarefa, a contratação de novos funcionários e também a abertura de novas plantas, por conta da rápida integração entre homem, equipamento e sistema de gestão. Não foi necessária a aquisição de esteiras motorizadas, já que o sistema foi desenvolvido para trabalhar com a própria esteira manual existente nos flow racks instalados na empresa.

Melhor gerenciamento

Para prover aos administradores da Panarello parâmetros para a tomada de decisões, foram criados relatórios de acordo com a demanda e necessidade, incluindo a produtividade instantânea por equipe e por funcionário, os erros ocorridos na separação, os pontos de gargalo na linha e o picking por produto para balanceamento. “Cada funcionário possui agora um cartão que o identifica para o sistema. Ao iniciar seu trabalho, ele é obrigado a efetuar a leitura do cartão em cada uma das estações em que irá trabalhar. Com isso, a Panarello consegue medir a produtividade de cada indivíduo e todos os erros ocasionados por ele”, explica Kotscho.

Em caso de reclamação acerca do pedido pelo cliente, é realizado o rastreamento de todos os eventos que geraram o erro. “Pelo sistema, é possível saber a exata localização do pedido no depósito, tornando muito rápida a geração de informação para o cliente e a redefinição da prioridade na separação de um pedido”, acrescenta ele.

A nova solução permite ainda utilizar os leitores pré-instalados nas próprias estações de coleta para rotinas de controle de estoque. Este recurso facilitou a realização dos inventários dos SKUs, economizando a aquisição de coletores de dados para a tarefa – anteriormente, os inventários eram elaborados semestralmente por meio de fichas impressas de contagem, demorando até quatro dias para a finalização.

www.panarello.com.br
www.avvenire.com.br
www.skysys.com.br