Quarta-feira, 29 de novembro de 2006 - 11h30
Ramos implementa sistema de gestão

Objetivo é integrar os processos administrativos e de transporte de carga, permitindo a visualização dos dados via web, entre as unidades da empresa

A Ramos Transportes investiu R$ 2 milhões e iniciou, em julho deste ano, a implantação de um sistema de gestão desenvolvido pela Microsiga, o Protheus 8. A meta da companhia com a ferramenta é integrar os processos administrativos e de transporte de carga, permitindo a visualização dos dados, via web, entre as 55 unidades da empresa.

De acordo com o vice-presidente da Ramos, Jacinto Junior, outros objetivos com a implantação da tecnologia são melhorar a produtividade e padronizar as operações da empresa. “Esperamos que este investimento traga maior agilidade aos processos, além de uma integração total, o que facilitará a tomada de decisões da diretoria e gerências locais”, completa.

Segundo o executivo, a decisão de agrupar os sistemas hoje utilizados e atuar de maneira unificada no gerenciamento de informações veio devido ao forte ritmo de crescimento da companhia nos últimos anos. Números divulgados pela empresa mostram que a Ramos conta com uma equipe de quatro mil funcionários, responsáveis em 2005 pela movimentação de 403,5 mil toneladas de carga e o atendimento a 20 mil clientes.

As ações não param por aí. Júnior ressalta que outras melhorias devem ser incorporadas. “Adquirimos da Microsiga a solução completa do Protheus. Aplicaremos novos módulos de acordo com a demanda”, conclui.

Implantação

O diretor de sistemas da Microsiga, Armando Buchina, explica que o projeto desenvolvido para a Ramos foi dividido em duas fases. A primeira, denominada Back Office e iniciada em julho, integrou o departamento administrativo das unidades da empresa.

Buchina garante que esta fase está sendo concluída e já traz benefícios. “Conseguimos ter mais agilidade na troca de informações e atualizamos a tecnologia empregada na Ramos”, resume. Isso porque, ele completa, o sistema de verificação de dados utilizado anteriormente foi desenvolvido internamente na transportadora.

A segunda fase do projeto, já em andamento, tem previsão de ser concluída em março de 2007. Nesta etapa, o trabalho consiste em instalar o módulo de transporte TMS. “Essa é solução específica para o setor e contempla toda a logística da Ramos”, assegura Buchina.

O executivo diz que, após concluída a implantação do módulo, toda a operação de transporte de carga – carregamento, identificação do motorista e do veículo, contratação de seguros e emissão dos contratos, por exemplo – será realizada dentro do sistema Protheus, por meio do módulo TMS.

Buchina revela que a Ramos optou por hospedar o sistema dentro do Data Center da Microsiga. “Nós administramos os servidores e o banco de dados. Se não estivesse instalado conosco, a Ramos teria de investir em infra-estrutura, como aquisição de servidores, softwares básicos e link com alguma concessionária de telecomunicação, para criar um Data Center”, frisa.

Segundo Júnior, da Ramos, além de eliminar a necessidade de aplicar recursos num departamento de TI, a opção diminuiu as possibilidades de incorreções na implantação. “Nos departamentos administrativos o sistema já funciona normalmente”, afirma.

www.ramostransportes.com.br

www.microsiga.com.br