Quinta-feira, 14 de dezembro de 2006 - 17h42
Libra testa solução RFID

Solução opera tem como objetivo controlar o movimento de cargas no terminal

A Libra Terminais investiu US$ 200 mil e iniciou, na última quarta-feira, dia 13 de dezembro, os testes com uma tecnologia de identificação por radiofreqüência (RFID). O projeto, desenvolvido em parceria com a SEABOXTech, tem como objetivo aumentar o controle da movimentação de carga, sem afetar as operações.

De acordo com o diretor técnico da Libra Terminais, Henry Robinson, a solução RFID vai permitir que a companhia tenha um controle das cargas movimentadas dentro dos terminais, atendendo ainda às solicitações da autoridade portuária, alfândega e ISPS Code. Outra meta com a introdução da solução é melhorar a performance das operações. “Muitas vezes, o aumento do controle está relacionado com a redução da performance. Esperamos que este sistema afete as operações de forma positiva”, diz.

Cerca de 1.200 etiquetas com a tecnologia RFID distribuídas aos caminhões que entrarem no terminal serão utilizadas nos testes. Na entrada do terminal, serão relacionados o veículo, o contêiner e o motorista. Ao deixar o local, a etiqueta deve ser devolvida. Robinson explica, contudo, que os veículos próprios terão etiqueta permanente. Neste caso, as informações são enviadas para antenas dispostas em pontos de controle, permitindo o controle do fluxo da operação no Terminal.

www.libraterminais.com.br