Quinta-feira, 5 de abril de 2012 - 11h11
Porto Itapoá apresenta novas tarifas para armazenagem de contêineres
Novidade busca valorizar clientes que apresentam agilidade nos serviços logísticos

O Porto de Itapoá (SC) adotou uma nova composição tarifária com o objetivo de inovar e redefinir o conceito de armazenagem de importações, valorizando os clientes que optam por transportar suas cargas de forma ágil e com foco na redução dos custos.

A primeira mudança acontece nos períodos de armazenagem na importação, que passaram a ter um valor diário, inclusive no primeiro período. A nova tarifa é de 0,03% do valor CIF da carga, ao dia. Essa medida irá beneficiar os clientes que pagam pelos dias de utilização e não por um período cheio.

A segunda mudança é em relação ao segundo período, onde a tarifa terá uma significativa redução, passando de 0,27% ao dia para 0,18%, o que caracteriza uma diminuição de 33%. Aliada ao primeiro período altamente competitivo, as tarifas do segundo período repassam ao cliente uma economia real na sua logística.

Por fim, o porto promoveu a criação de um terceiro período que oferece valores ainda mais competitivos. Por valorizar o importador ágil, o novo conceito garante ao cliente a responsabilidade pela própria economia, dependendo apenas de sua própria rapidez na liberação da carga.

A nova postura do porto visa a aproximação com clientes importadores e exportadores. A estratégia do porto será divulgada em encontros promovidos pelo Terminal nas cidades de Joinville (SC), Balneário Camboriú (SC) e Curitiba (PR), envolvendo vários públicos que atuam no transporte marítimo de cargas.

O Porto Itapoá cobra atualmente R$ 25,00 no valor mínimo por dia no primeiro período e R$ 100,00 por dia no segundo período. Já no terceiro período são cobrados R$ 150,00 por dia.