Segunda-feira, 25 de junho de 2012 - 12h52
Bertolini instala sistemas de estocagem na Pelágio Oliveira
Companhia disponibiliza na distribuidora o Push Back e o Last In, First Out (LIFO) a fim de otimizar as operações

A Bertolini Sistemas de Armazenagem anuncia que instalou na Pelágio Oliveira, distribuidora de massas e biscoitos instalada na cidade de Maracanaú (CE), os sistemas Push Back e Last In, First Out (LIFO). As ferramentas foram aplicadas numa área de 800 m² e demandaram investimentos de R$ 600 mil. Segundo o supervisor de Vendas da Bertolini, Daniel Pertile, antes de aplicar a novidade foi realizado um estudo junto ao cliente a fim de identificar qual solução atenderia à necessidade de armazenar grande quantidade de produtos, com seletividade e rapidez.

O Push Back, por exemplo, foi utilizado pois utiliza estruturas para estocagem de paletes e permite a colocação da carga sobre uma base móvel de um lado só. Com isso, o primeiro palete é empurrado pelo subsequente para o interior da estrutura, que pode ter até cinco paletes na profundidade, que se deslocam apoiados em roletes que atuam por gravidade.

A análise chegou a outra conclusão. O executivo explica que o sistema deveria possibilitar a armazenagem de grande quantidade de produto pronto, mas de uma forma que conseguissem controlar os prazos de validade dos lotes fabricados. Neste momento, foi introduzido o LIFO. “Este sistema possibilita que o último palete a entrar seja também o primeiro a sair, possibilitando o controle dos produtos pela sua validade”, diz.

Os resultados já podem ser mensurados. Segundo cálculos de Pertiler, agora a Pelágio armazena 1.952 paletes, aumento de 75%. Há uma explicação para a ampliação do volume estocado. “Anteriormente os paletes ficavam distribuídos no armazém, todos no nível do chão, e com no máximo um sobre o outro, o que causava avarias”, afirma. Agora, completa o supervisor, devido à estrutura, é possível estocar os produtos numa altura de quatro níveis sem comprometer a qualidade e agilizando a expedição.