Sexta-feira, 27 de julho de 2012 - 11h03
Santos Brasil adota biocombustível em sua frota de caminhões
Veículos, que operam nos portos de Santos, Imbituba e Vila do Conde, serão abastecidos com BS-50

A Santos Brasil anuncia que passou a utilizar o bicombustível BS-50 da Petrobrás na frota de caminhões de sua operação logística. A empresa, que opera três terminais de contêineres nos portos de Santos (SP), Imbituba (SC) e Vila do Conde (PA), conta com Centros de Distribuição logística em São Bernardo do Campo (SP) e no bairro do Jaguaré, na capital paulista.

Além da troca do combustível, a companhia promoveu, num trabalho conjunto com a distribuidora, treinamentos para motoristas e funcionários a fim de explicar a melhor forma de conduzir os veículos da frota, que utiliza motores Euro V. O objetivo é reduzir o consumo e, por consequência, a emissão de gases de efeito estufa provenientes da queima do combustível. A troca do combustível é válida principalmente em centros urbanos como São Paulo, que possuem a maior frota circulante.

As iniciativas do operador logístico não param. Para 2013, a companhia prevê novos aportes na aquisição de mais veículos com esta nova tecnologia. Segundo a gerente de Responsabilidade Social da Santos Brasil, Raquel Ogando, as medidas dão continuidade ao engajamento em causas ambientais da empresa, que é integrante do Programa Brasileiro de Inventário Corporativo de Emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE). “Há quatro anos, medimos a emissão e desenvolvemos medidas para mitigar o impacto da nossa operação no meio ambiente”, diz.

Além da troca do combustível utilizado, a Santos Brasil apoia outros projetos ambientais. Em 2010, a companhia aderiu à plataforma Empresas pelo Clima, gerenciada pela Fundação Getulio Vargas com o objetivo de discutir alternativas que viabilizem uma economia de baixo carbono. A empresa também presta suporte ao programa de monitoramento das Baleias Francas, no Porto de Imbituba e adjacências e promove, ainda, uma série de campanhas para seus funcionários, visando à educação ambiental em temas diversos que vão desde reciclagem à redução de emissões.

Movimentação de contêineres

A companhia anunciou, ainda, um crescimento de 17,2% na movimentação de contêineres em seus terminais no segundo trimestre de 2012 em comparação com o mesmo período do ano passado. Juntos, os meses de abril, maio e junho deste ano apresentaram acréscimo de 13,6% nas exportações e 14,6% nas importações nos Tecons Santos, Imbituba e Vila do Conde.

Em números absolutos, o crescimento de 17,2% representa a marca de 279.375 movimentos de contêineres operados nos terminais portuários da Santos Brasil no período, sendo 76,9% de contêineres cheios e o restante vazios. A companhia prevê uma movimentação que deve variar entre 1,63 e 1,73 milhão de TEU até o final do ano nos terminais em que opera.

Entre abril e junho de 2012, o Tecon Santos, maior operação da companhia no setor portuário, manteve a produtividade operacional, com média mensal de 80 movimentos por hora, o que permitiu um ganho de market-share, passando de 51% em janeiro para 54% em abril, segundo dados da Companhia de Docas de São Paulo (Codesp).