Quinta-feira, 8 de agosto de 2013 - 12h34
Embraport recebe navio do Extremo Oriente
A embarcação Hanjin Seattle, com capacidade para 8.600 TEUs, inaugurou o serviço para a região

A Embraport, que iniciou suas operações em julho passado, recebeu na última sexta-feira, dia 2 de agosto, o navio Hanjin Seattle, abrindo a operação comercial de linhas de serviços de importação e exportação para o Extremo Oriente – região que abrange China, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Japão e Taiwan.

Nesta operação foram movimentados 1.836 contêineres, sendo 1.250 desembarques e 586 embarques. O Hanjin Seattle tem 335 metros de comprimento e capacidade para 8.600 TEUs.

Segundo informa a Embraport, a meta com operações desse gênero é se consolidar como um hub no Porto de Santos para cabotagem e navegação de longo curso, e ser referência em produtividade e eficiência nas operações portuárias.

A Embraport (Empresa Brasileira de Terminais Portuários), companhia pertencente à Odebrecht TransPort e DP World, é a responsável pela implantação e operação do mais novo terminal portuário privado do Brasil, na margem esquerda do Porto de Santos (SP).

Com investimento da ordem de R$ 2,3 bilhões, gera 500 empregos diretos e 1.500 indiretos. Instalado em área com acesso por via marítima, rodoviária e ferroviária, em sua primeira fase o empreendimento conta com 653 metros de cais, 207 mil m² de pátio e capacidade de movimentação anual de 1,2 milhão de TEUs (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés).