Terça-feira, 11 de novembro de 2014 - 10h37
Triunfo anuncia resultados referentes ao terceiro trimestre de 2014
Ebitda ajustado avançou 44,7% e atingiu R$ 172,3 milhões no período

A Triunfo divulgou, no início de novembro, o balanço referente ao terceiro trimestre deste ano. Foi registrada receita líquida ajustada de R$ 304,2 milhões no terceiro trimestre de 2014, valor 31,4% superior ao obtido no mesmo período do ano anterior. No trimestre, o lucro líquido das operações em continuidade da Triunfo foi R$ 16,4 milhões, mas a operação descontinuada de cabotagem apresentou prejuízo de R$ 17,7 milhões, o que resultou em um prejuízo líquido de R$ 1,3 milhão para a companhia no período.

O Ebitda ajustado da empresa aumentou 44,7% entre julho e setembro, alcançando R$ 172,3 milhões, com margem de 56,6% – aumento de 5,2 pontos percentuais na comparação a igual período de 2013. O lucro base de dividendos acumulado em 2014 chegou a R$ 14,7 milhões.

Rodovias

De julho a setembro, as rodovias Concer, Triunfo Concepa e Triunfo Econorte atingiram tráfego de 20,9 milhões de veículos equivalentes, queda de 2,1% ao registrado em igual período de 2013. A retração no volume de veículos se deve principalmente à diminuição de 10,9% no tráfego de veículos da Concer em razão da mudança da praça de pedágio do km 104 para o km 102 da BR-040. A queda de tráfego na Concer já era esperada e para manter o equilíbrio do contrato, o último aditivo, que foi assinado em agosto, repassou o efeito dessa perda para a tarifa.

No terceiro trimestre deste ano, o segmento de rodovia apresentou receita líquida ajustada de R$ 185,4 milhões, aumento de 50,7% na comparação com o mesmo período de 2013. O bom resultado está relacionado principalmente à margem de construção dos aditivos da Concer, projeto da Nova Subida da Serra, e da Concepa, com as obras da quarta faixa, que adicionaram R$55 milhões à receita, além do aumento de 7% nas tarifas no período.

Os dados ainda não consideram o contrato de concessão da Triunfo Concebra, assinado em janeiro de 2014, para administrar as BRs - 060, 153 e 262 pelo prazo de 30 anos.

Porto

Em setembro, a Portonave movimentou 65.069 TEUs, 22,5% acima da movimentação registrada no mesmo mês de 2013, o que reverteu o desempenho negativo acumulado até agosto de 2014. O volume de TEUs movimentados pela Portonave apresentou crescimento de 3,8% de julho a setembro de 2014, atingindo 195,3 mil.

A receita operacional líquida do segmento portuário totalizou R$ 52,2 milhões no terceiro trimestre do ano, com queda de 9%, em razão da desaceleração da operação de carga própria da Iceport. Na Portonave, a receita cresceu 8% no período. Nesse período, o Ebitda ajustado foi R$ 34,3 milhões, com margem de 65,7%, ganho de 9,3 p.p.

Aeroporto

O volume de cargas operadas no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), atingiu, de julho a setembro, 56,6 mil toneladas, retração de 5,3% com relação a igual período de 2013.