Sexta-feira, 4 de setembro de 2015 - 9h24
Riogaleão Cargo recebe autorização para utilizar e-AWB
Documento eletrônico faz parta do Projeto e-Freight, da Iata

O terminal de cargas do Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, ou Riogaleão Cargo, recebeu autorização da Receita Federal para utilizar o Eletronic Airway Bill (e-AWB, na sigla em inglês) em sua área de exportação, com o objetivo de otimizar as operações.

O e-AWB é a versão eletrônica do contrato de transporte firmado entre clientes e companhias aéreas e faz parte do Programa e-Freight, da Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata), que busca facilitar os procedimentos burocráticos, eliminando o uso excessivo de papéis.

Com a tecnologia, os dados inseridos no sistema são transmitidos em tempo real para todos os elos da cadeia do transporte. Assim, o planejamento para a armazenagem e o manuseio da carga é realizado de forma mais uniforme e com maior confiabilidade.

Além de precisão e segurança, o recurso eletrônico deve proporcionar redução no tempo de entrega da carga aérea, com um ganho médio de 20% a 44% de eficiência para as companhias, agentes de cargas e despachantes aduaneiros.

“A implantação do e-AWB é de grande importância, pois o recurso nos permite antecipar informações essenciais e faz com que o nosso relacionamento com todos os agentes da cadeia logística seja cada vez mais forte e de extrema confiança”, afirma Patrick Fehring, diretor do Riogaleão Cargo.

Segundo a Iata, a implantação do e-AWB deve eliminar em torno de 7.800 toneladas de documentos físicos por ano, o equivalente a 80 Boeings 747 lotados de papel.