Quarta-feira, 14 de setembro de 2016 - 10h47
Volvo realiza primeiros testes subterrâneos com caminhão autônomo
Modelo FMX utiliza sensores para operar em uma mina na Suécia a mais de 1.300 metros de profundidade

A Volvo tornou-se a primeira empresa do mundo a realizar testes com um caminhão autônomo em operações subterrâneas, feitos em uma mina em Kristineberg, no norte da Suécia, país de origem da montadora. A novidade faz parte de um projeto para o desenvolvimento de tecnologias que visam aprimorar os fluxos de transporte e a segurança dentro de minas.

O veículo utilizado é um Volvo FMX que, com a aplicação de sensores, monitora a geometria da mina e gera um mapa da rota que o caminhão deve percorrer, analisando continuamente o ambiente para evitar tanto obstáculos fixos quanto em movimento. As informações coletadas são usadas para regular a direção, a velocidade e as trocas de marcha. A cada nova viagem, os sensores voltam a escanear a área e continuam otimizando a operação, a rota e o consumo de combustível.

volvo

“Este é o primeiro caminhão totalmente autônomo a operar em condições tão difíceis. É um verdadeiro desafio garantir que tudo aconteça milimetricamente certo a mais de 1.300 metros abaixo do solo”, diz Torbjörn Holmström, diretor executivo de Tecnologia do Grupo Volvo.

Os testes acontecerão pelo período de um ano e meio e o objetivo é estudar como essa tecnologia pode contribuir com operações de transporte mais seguras e produtivas em locais mais severos e com limitações geográficas. No próximo ano, os testes crescerão gradualmente para incluir outros três veículos. “Os resultados proporcionarão insumos valiosos para nossa missão permanente de transformar descobertas técnicas em benefícios práticos para os clientes”, analisa Claes Nilsson, presidente da Volvo Trucks.

O Volvo FMX autônomo foi apresentado pela companhia no primeiro semestre deste ano. Segundo a companhia, ele pode contribuir significativamente para o aumento da eficiência e da produtividade em minas, portos e outros ambientes severos com alta proporção de direção repetitiva.