Quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017 - 14h41
Mercado Livre lança sistema de gestão voltado a MPEs
Solução oferece ferramentas para recebimento e conferência de pedidos, controle de fluxo de caixa, controle de estoque e emissão de etiqueta de postagem

O Mercado Livre lançou ontem, dia 8 de fevereiro, um sistema de gestão (ERP, na sigla para Enterprise Resource Planning) com foco em micro e pequenos empreendedores, que permitirá que elas organizem e profissionalizem suas operações. A solução, que recebeu o nome de Mercado Back Office Express, é o principal resultado da aquisição da empresa KPL Soluções, realizada dois anos atrás, que previa o desenvolvimento de um produto que apoiasse os micro e pequenos empreendedores, com volumes de cerca de 300 vendas por mês.

O sistema é gratuito e, nesta fase inicial, está disponível aos vendedores que atuam no marketplace do Mercado Livre. Em uma segunda fase, uma versão será oferecida também ao e-commerce como um todo, atendendo a lojas on-line próprias e outros marketplaces.

Sede do Mercado Livre, em Osasco, SP
Sede do Mercado Livre, em Osasco, SP

O Mercado Backoffice Express oferece ferramentas que automatizam as etapas de recebimento de pedidos, emissão de nota fiscal e cálculo de impostos, controle de fluxo de caixa, controle de estoque, conferência de pedidos e emissão de etiqueta de postagem. Com essas fases automatizadas e agilizadas pelo sistema, o empreendedor terá uma economia média de tempo estimada em 75 horas por mês.

Segundo estudos realizados pelo Mercado Livre junto a seus vendedores, um pequeno empreendedor do e-commerce chega a gastar o equivalente a dez dias no mês para fazer a gestão de suas vendas. Com o sistema esse tempo é reduzido para apenas um dia. Outra vantagem é a redução de erros humanos durante a operação, evitando retrabalho, custos extras e trocas ou devoluções de produtos.

Com o lançamento desse produto, o Mercado Livre apresenta ao mercado a mais nova área de negócios de seu ecossistema: o Mercado Backoffice, responsável por desenvolver tecnologias para a gestão no comércio eletrônico. A nova unidade atenderá, com esse lançamento, todos os portes de vendedores: micro e pequenos, com o ERP que acaba de ser lançado, e médias e grandes empresas de e-commerce, com o sistema KPL Enterprise, já conhecido por centenas de clientes e o motivador inicial da aquisição. À frente dessa nova área, está o executivo Renato Pereira. “Temos pesquisas que mostram que a demanda por tecnologia de gestão entre os vendedores pequenos é enorme. E os pontos críticos para eles são o controle financeiro e o de estoque. Se essas duas partes não caminharem bem, todas as outras ficam comprometidas, dificultando um crescimento sustentável”, afirma.

Outro objetivo do ERP é dar ao vendedor mais tempo para atender seus clientes, negociar com novos fornecedores e se planejar melhor. “Na ponta, o consumidor final é o grande beneficiado, porque vai contar com uma melhor experiência de compra”, completa Pereira. “Os micros e pequenos empreendedores do Mercado Livre já vêm registrando crescimento médio de 41% ao ano, de acordo com as últimas pesquisas encomendadas pela companhia ao Ibope Conecta. Ou seja, são lojistas extremamente competentes. Esperamos ajudá-los a conquistar percentuais de crescimento ainda maiores”, afirma Helisson Lemos, presidente do Mercado Livre no Brasil.