Segunda-feira, 29 de janeiro de 2018 - 9h37
GLP finaliza processo de fechamento de capital
Companhia passa a ser controlada por um consórcio de investidores internacionais

A GLP, companhia que atua no setor de instalações logísticas, anuncia que saiu da Bolsa de Valores de Singapura, marcando a conclusão de seu processo de fechamento de capital. A partir de agora a empresa passa a ser controlada por um consórcio de investidores internacionais de longo prazo, que administra capital para alguns dos maiores fundos do mundo, endowments (fundos patrimoniais) e fundos de pensão da América do Norte, Ásia e Europa.

De acordo com informações da GLP, o consórcio que agora a gere está totalmente alinhado com sua visão de gestão: focar no constante aperfeiçoamento de sua plataforma global, novos desenvolvimentos e gestão de ativos, criando um ecossistema logístico que utiliza tecnologia de ponta, informações e serviços para gerar valor para os clientes.

Segundo o cofundador e CEO da GLP, Ming Mei, a companhia está focada na criação de valor sustentável por meio de seu ecossistema logístico. “Nosso uso inovador de tecnologia e investimentos estratégicos criam valor para nossos investidores, parceiros e clientes, em um cenário de negócios em constantes e rápidas mudanças”, afirma.

Já o Chief Investment Officer da GLP, Alan Yang, comenta que a estratégia de longo prazo continua a mesma: ser o melhor operador, criar valor por meio de desenvolvimentos e usar a plataforma de gestão de fundos para apoiar a expansão estratégica.

No Brasil, os empreendimentos da empresa estão localizados nos principais centros logísticos, zonas industriais e centros de distribuição urbanos, em 36 cidades em dez estados. Ao todo, são 4,2 milhões de m² de área total, sendo 2,8 milhões de m² construídos e 1,4 milhão de m² no pipeline de desenvolvimento.