Sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018 - 8h42
Ypê reforça utilização da cabotagem junto à Aliança
Armador é responsável, agora, pelas operações de transferência e venda direta; meta é agilizar a entrega dos produtos nas regiões Norte e Nordeste e no CD em Simões Filho

A Aliança Navegação e Logística anunciou, neste mês de fevereiro, que assumiu as operações de transferência e venda direta da Ypê, player do setor de higiene e limpeza pertencente à Química Amparo, com sede na cidade de Amparo (SP). A partir de um planejamento logístico, o objetivo da indústria é organizar seu fluxo de armazenagem e garantir mais fluidez na chegada dos produtos junto a seus clientes – atacadistas e varejistas – nas regiões Norte e Nordeste, além de seu centro de distribuição instalado no município de Simões Filho (BA).

Atualmente, a Ypê transporta um volume expressivo no modal marítimo, tanto para as operações de vendas quanto em transferências entre unidades, sendo a Aliança seu principal parceiro. Nos últimos anos, o volume de transferências teve um aumento significativo. “Demos início a uma nova operação que representa grande potencial de crescimento no fluxo de entrega aos nossos clientes, além da possibilidade da ampliação das praças atendidas pelo modal marítimo”, afirma a gerente nacional de Transportes da Ypê, Adriana Bueno.

Para a executiva, uma das principais vantagens da cabotagem é poder antecipar os fluxos de entrega, evitando os períodos de pico, além de possibilitar o melhor planejamento das demandas de atendimento ao cliente, conforme o comportamento de mercado. “Conseguimos atender a expectativa de nossos clientes com um serviço de altíssima qualidade”, garante.

A executiva destaca outra vantagem da modalidade de transporte. De acordo com ela, com a cabotagem, a Ypê passou a contar com uma operação mais eficiente nas grades de carregamento, mais agilidade e um índice de avarias praticamente nulo.

Sem revelar números, ela comenta que atualmente um percentual significativo da operação da Ypê é realizado pelo modal marítimo. A expectativa, continua Adriana, é ampliar o volume nos próximos dois anos. Segundo a Química Amparo, o nível de serviço é de 95%. “A Aliança entende o negócio da empresa e presta um serviço capaz de alavancar as vendas em regiões mais distantes”, destaca.

Para a coordenadora de Vendas Cabotagem Regional São Paulo da Aliança Navegação e Logística, Nadora Bertozzi, o foco no atendimento diário e centralizado que a armadora disponibiliza garante mais agilidade de respostas às demandas diárias, seja para o desenvolvimento de novos projetos, negociações ou monitoramento de coletas e entregas em todas as regiões em que a empresa presta serviços à Ypê.