Terça-feira, 28 de maio de 2019 - 14h43
VisionLog transporta satélite do Brasil para a China
Carga está avaliada em aproximadamente US$ 69 milhões

A VisionLog, empresa do grupo Centaurea Professional Logistics, foi escolhida para realizar uma operação envolvendo uma carga do programa China-Brazil Earth Resources Satellite (CBERS, sigla em inglês para Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres), desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) em parceria com a China Academy of Space Technology (Cast).

O trabalho consiste na movimentação do satélite CBERS-04A, desde a montagem dos paletes dentro das dependências do Inpe, passando pelo carregamento, descarregamento e desembaraço aduaneiro, até a chegada da carga e a entrega no aeroporto de destino, em Pequim, na China.

O satélite parte do Brasil pelo Aeroporto de São José dos Campos (SP) a bordo de uma aeronave 747-400F, fretada em caráter exclusivo pela VisionLog junto à companhia aérea de carga russa AirBridgeCargo. O voo fará paradas técnica nas Ilhas Canárias, na Espanha, e em Moscou, na Rússia, antes de chegar a Pequim.

Divulgação

Por se tratar de um projeto de grande porte e de uma carga avaliada em aproximadamente US$ 69 milhões, com mais de 30 anos de investimentos diretos do governo brasileiro por meio do Inpe e em parceria com a China, a operação logística foi disponibilizada a todo o mercado por meio de uma concorrência pública, da qual a VisionLog sagrou-se vencedora.

“A VisionLog tem foco no agenciamento de cargas de forma inteligente, com uma logística internacional diferenciada, profissionais capacitados para gestão da cadeia logística no transporte de cargas especiais, extradimensionadas e  de alto valor e complexidade agregados”, comenta Alessandra Lopasso, sócia-proprietária da VisionLog. “Estamos honrados por participar dessa operação não só por conta da visibilidade que esse projeto nos traz, mas por poder contribuir com o desenvolvimento da ciência e colaborar com projetos do Inpe,  que representam um marco histórico para a ciência, a tecnologia e o desenvolvimento do nosso país.”

O CBERS-04A foi projetado com o objetivo de gerar imagens da superfície da Terra, usando equipamentos de sensoriamento remoto. Essas imagens serão usadas nas mais variadas aplicações, como agricultura, meio ambiente, recursos hidrológicos e oceânicos, florestas, geologia entre outros. Com tecnologia de ponta e câmeras de alta resolução, o satélite deve ser lançado ao espaço no final deste ano na China.