Sexta-feira, 2 de agosto de 2019 - 10h43
UPS solicita certificação para ampliar transporte por drone nos EUA
Subsidiária da companhia busca se tornar uma das primeiras empresas totalmente certificadas pela FAA

A UPS solicitou à Federal Aviation Administration (FAA), que integra o Departamento de Transportes dos Estados Unidos, uma certificação especial para operar voos comerciais com drones. Para realizar esse serviço, a companhia criou uma subsidiária chamada UPS Flight Forward.

A certificação, chamada Part 135, estabelece as bases para os voos de drone além da linha visual do operador, de dia ou de noite. Ela posicionará a empresa como uma das primeiras a contar com operações comerciais de drones totalmente certificadas nos Estados Unidos. A expectativa é que a certificação seja concedida ainda neste ano de 2019.

Divulgação
Divulgação

“A UPS está comprometida em usar a tecnologia para transformar a forma como fazemos negócios”, diz Scott Price, diretor de Estratégia e Transformação da UPS. “A criação de uma subsidiária específica de entrega por drones e a solicitação para iniciar operações comerciais regulares sob esse nível de certificação é histórica para a UPS e para os setores de drones e logística em geral.”

Diferente das certificações mais limitadas da FAA para voos de drones de outras empresas, a UPS Flight Forward operaria sob a certificação completa Part135. Atualmente, a companhia está operando entregas por drone sob as regras da Part 107.

Em março deste ano, a UPS iniciou o primeiro transporte regular comercial por drone sancionado pela FAA, com voos rotineiros e sob contrato de transporte de amostras médicas na Carolina do Norte. A companhia planeja expandir esse serviço para outras instalações hospitalares.