Quarta-feira, 23 de outubro de 2019 - 9h00
Bolzoni inicia operações no Brasil com fabricação local
Novidade faz parte da estratégia da companhia de expandir mundialmente sua atuação

A Bolzoni, companhia italiana com mais de 70 anos de história no mercado de acessórios para movimentação e manuseio de materiais nas mais variadas aplicações, decidiu investir no mercado sul-americano, a começar pelo Brasil, fundando a Bolzoni South America Acessórios Para Empilhadeiras.

De acordo com Vittorio Lucchini, gerente de Exportações da companhia, a Bolzoni está investindo aproximadamente 1 milhão de euros no país no curto prazo, montante que inclui o início da produção local, com a inauguração de uma fábrica de 1.600 m² localizada em Serra (ES), que deve entrar em operação já no primeiro semestre de 2020.

Uwe Killmann, diretor de Desenvolvimento de Negócios Internacionais da Bolzoni, destaca que a chegada da companhia ao Brasil faz parte da estratégia da matriz de expandir mundialmente sua atuação. O executivo tem como missão apoiar o desenvolvimento da marca não só na América do Sul, mas também na Europa Oriental, Rússia, Oriente Médio, África e Índia.

Para comandar as operações nacionais, a Bolzoni contratou Walter Macedo, executivo com quase 25 anos de experiência no mercado de acessórios para equipamentos de movimentação, que agora ocupa o cargo de diretor da Bolzoni South America.

Segundo Macedo, a companhia escolheu se instalar no município de Serra devido às vantagens proporcionadas quanto à localização, à logística, os incentivos fiscais e a mão de obra, fatores que proporcionam um posicionamento bastante competitivo no mercado brasileiro. “Vamos começar com a fabricação de alguns produtos do portfólio da Bolzoni e, gradativamente, de acordo com a demanda do mercado, a tendência é irmos aumentando cada vez mais a produção local”, explica.

A linha de soluções oferecidas pela companhia vai desde garras para bobinas de papel, fardos de celulose, materiais reciclados, caixas, eletrodomésticos e para uso geral, passando por posicionadores de garfos, posicionadores múltiplos, push pull e porta garfos giratórios, até acessórios especiais e customizados de acordo com as necessidades do cliente.

Os acessórios serão montados no Brasil com alguns componentes importados da Europa e outros fabricados localmente, permitindo que o produto final possa ser adquirido utilizando as linhas de crédito do Financiamento de Máquinas e Equipamentos (Finame) do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“Nossas expectativas para o Brasil são muito altas, porque se trata do maior mercado para acessórios para empilhadeiras da América do Sul”, destaca Lucchini. “Somos líderes mundiais quando o assunto são garras para bobinas de papel, por exemplo, e o Brasil é um dos mercados mais importantes do mundo para esse tipo de acessório. Nós esperamos crescer significativamente aqui e, no futuro, atender os demais mercados sul-americanos a partir do Brasil”, conclui o executivo.