Quarta-feira, 30 de outubro de 2019 - 11h10
TCP adquire empilhadeira elétrica da Still feita sob medida para suas operações
Equipamento fabricado na Alemanha aumenta em 50% a capacidade de movimentação no armazém
Divulgação

A TCP, empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá (PR), adquiriu uma nova empilhadeira elétrica trilateral para seu armazém de importação. O equipamento, da marca Still, foi fabricado na Alemanha sob medida para o terminal e deve aumentar em 50% a capacidade de movimentação no local.

O armazém possui 10.504 m², capacidade para mais de 9 mil porta-paletes e é dedicado a cargas em geral. “Trata-se de um equipamento especial que consegue levantar até 1.300 quilos. A empilhadeira foi projetada especificamente para o terminal e consegue operar porta-paletes muitos altos, se movimentando em um corredor estreito, dedicado a ela”, explica Alexandre Rubio, diretor Comercial da TCP.

A empilhadeira elétrica vai otimizar o espaço de armazenagem, que já contava com outros dois equipamentos semelhantes. “É uma ferramenta autoguiada, que não colide e tem sensores contra o sobrepeso, portanto, muito segura. Com ele, vamos aumentar 50% da nossa capacidade de movimentação dentro do armazém. Isso significa aumento no volume operado e mais agilidade no atendimento ao cliente”, finaliza Rubio.

A TCP vem investindo mais de R$ 550 milhões em obras de ampliação da capacidade de movimentação do terminal, que passará dos atuais 1,5 milhão de TEUs ao ano para 2,5 milhões de TEUs, preparando a empresa para atender a demanda de mercado brasileiro pelos próximos 30 anos.