Segunda-feira, 6 de janeiro de 2020 - 10h55
Sotreq adota sistema de controle dos processos logísticos
Desenvolvido pela Radix, ferramenta otimiza as operações, desde a entrada do material no CD até sua entrega para o cliente

A Radix, multinacional de tecnologia e engenharia, desenvolveu uma solução a fim de aumentar o controle dos processos logísticos da Sotreq, empresa que atua na revenda de máquinas e peças da Caterpillar no Brasil. O sistema X!Pedition foi criado para atender inicialmente o gerenciamento do centro de distribuição de peças da filial de Sumaré (SP), mas já está sendo utilizado em outras 34 filiais da Sotreq no país.

O cenário antes da aplicação da tecnologia consistia em controles manuais dos processos logísticos. “Sendo assim, existia uma imperfeição para equalizar os processos físicos e sistêmicos, acarretando perdas de estoque, retrabalho e falta de precisão nos dados gerenciais, o que impactava o planejamento”, explica o gerente na Radix, Leonardo Leda.

O principal objetivo com o desenvolvimento e a implantação da ferramenta era reduzir os custos da operação logística por meio de um sistema de gerenciamento de armazém (WMS) e, com isso, reduzir as correções de estoque, aumentar a rastreabilidade dos materiais, otimizar os processos do armazém e reduzir a necessidade de trabalhos manuais.

A solução da Radix é um aplicativo mobile que realiza a integração entre os processos cotidianos da operação e o SAP ECC standard. O X!Pedition otimiza as operações logísticas, desde a entrada do material até sua entrega para o cliente. O colaborador confirma uma operação no mobile e o processo é executado automaticamente no SAP, sem a necessidade de acessar o sistema. A construção da ferramenta teve cinco etapas: levantamento do processo, desenho da solução, desenvolvimento, testes integrados e go live.

O centro da solução utiliza as funcionalidades standard do módulo WM do SAP, como por exemplo, gerenciamento de filas, sendo possível acompanhar quais colaboradores estão efetuando a guarda ou recolhimento e qual ordem de transporte está sendo executada. Processos como a criação ou a confirmação da ordem de transporte, criação e atualização de volumes, emissão de nota fiscal, confirmação de entrega para o cliente e digitalização do canhoto da nota fiscal, entre outros, são feitos automaticamente agora.

Alguns resultados já podem ser medidos, como o aumento de 6% na velocidade de atendimento ao cliente, redução de 30% nas correções de estoque na entrada e 55% na saída, melhora na rastreabilidade do processo, redução da necessidade de controles manuais e impressão de papéis, redução de 30% de horas extras na operação, redução de 78% de discrepância identificada no momento do recolhimento do material, estabelecimento de novos indicadores e métricas de cálculo para eficiência operacional, aumento na confiabilidade da informação e aumento da satisfação do cliente.