Terça-feira, 3 de março de 2020 - 11h19
Sequoia adquire a TA e estima faturamento de R$ 1,2 bilhão em 2020
Companhia traça, ainda, plano de investimentos direcionado à tecnologia e à automação

A Sequoia, operador logístico que atua nos setores de e-commerce e tecnologia, anuncia que está ampliando sua atuação nacional e programa para 2020 investimentos que serão concentrados em tecnologia e automação. As ações foram iniciadas após a empresa concluir a aquisição de 100% da Transportadora Americana (TA), que atuava no setor de transporte rodoviário, expresso e aéreo de cargas fracionadas. A estimativa é de que o faturamento este ano atinja R$ 1,2 bilhão.

Além disso, o planejamento dá continuidade às estratégias iniciadas nos anos de 2018 e 2019, período em que a Sequoia destinou mais de R$ 200 milhões para expansões de capacidade operacional, para tecnologia e aquisições.

“Com essa nova aquisição, a terceira em menos de um ano, entramos de maneira mais relevante no segmento B2B fracionado e aéreo (LTL), completando todos os serviços de logística e distribuição para o mercado brasileiro de consumo e produto acabado. Já somos líderes em entregas B2C e agora reforçamos as operações de last mile para empresas e pontos de venda, com a possibilidade de maior integração das soluções para o omnichannel”, explica o fundador e presidente da Sequoia, Armando Marchesan Neto.

A Sequoia vem apresentando crescimento sustentável nos últimos quatro anos. A empresa surgiu focada no atendimento ao e-commerce e hoje presta serviços para diversos segmentos. Além do comércio eletrônico, a companhia presta serviços ao mercado de entrega de meios de pagamento (máquinas de POS, ou ponto de serviço), sendo responsável pela logística integrada das maquininhas. O processo operacional contempla desde armazenagem, instalação, troca e manutenção, até logística reversa.

A empresa também realiza entregas rápidas (same day delivery) e oferece operações dedicadas para entregas entre quatro e seis horas após o pedido do cliente.