Quinta-feira, 9 de abril de 2020 - 15h11
CargoX recebe US$ 80 milhões em nova rodada de investimentos
Startup já havia captado US$ 96 milhões nas rodadas anteriores

A startup de logística CargoX anuncia que captou US$ 80 milhões em sua quinta rodada de investimentos, liderada pela LGT Lightstone Latin America e com participação dos sócios já existentes Goldman Sachs Growth Equity, Valor Capital e Farallon Capital, dentre outros investidores.

De acordo com a própria empresa o aporte chega em um momento bastante propício, em que o transporte de cargas rodoviário tem se tornado mais importante do que nunca para o Brasil, e os recursos são bem-vindos para potencializar a eficiência e a continuidade do ecossistema logístico. A startup já havia captado US$ 96 milhões nas rodadas de investimentos anteriores.

“A CargoX endereça os objetivos da gestora na região, entre eles um alto crescimento, alto impacto e soluções tecnológicas diferenciadas. A matriz logística brasileira depende significativamente do setor rodoviário, o setor busca soluções que foquem no aumento de eficiência operacional e a CargoX possibilita exatamente isso, um aumento de produtividade em toda a extensão da cadeia de valor”, analisam Marcos Wilson Pereira e Pedro Teixeira, sócios e co-heads da LGT Ligthstone para América Latina.

Para o CEO da CargoX, Federico Vega, a crise de saúde atual tem acelerado abruptamente a necessidade de digitalização dos transportadores, para diminuir o contato humano e trazer maior eficiência por meio da automação de processos e da eliminação de viagens de retorno vazias e tempos de espera.

“Além de ajudar nossos transportadores parceiros no momento em que eles mais precisam de nós, o novo investimento será focado em continuar desenvolvendo tecnologias de ponta que permitam operar 100% online e que pavimentam o futuro do transporte de cargas rodoviário. A LGT Lightstone não só é um dos investidores mais exclusivos e seletos do mundo, mas está fortemente alinhada aos nossos objetivos e valores, requisito fundamental para construir uma parceria bem-sucedida no longo prazo”, explica Vega.