Quarta-feira, 8 de julho de 2020 - 9h33
Bridgestone e Microsoft desenvolvem solução que verifica danos nos pneus
Sistema de Monitoramento de Pressão dos Pneus ganha funcionalidade que informa em tempo real as ocorrências com o ativo

A Bridgestone anuncia que desenvolveu uma nova funcionalidade para o seu Sistema de Monitoramento de Pressão dos Pneus (TPMS, na sigla em inglês). A melhoria, realizada com a colaboração da Microsoft Connected Vehicle Platform (MCVP), detecta problemas de danos nos pneus em tempo real, que podem ser resultado de pressão inadequada, fadiga, desgaste irregular e danos causados ​​por meio-fio, buracos ou obstáculos na estrada.

A companhia afirma que a maioria desses problemas já pode ser mitigada com segurança pelo TPMS. A exceção eram os danos nos pneus, que podem ocorrer a qualquer momento e geralmente só podem ser detectados em uma inspeção manual cuidadosa.

Com a nova funcionalidade o objetivo é oferecer informação de danos em tempo real. Por meio da estrutura de nuvem da MCVP e junto com os dados existentes do sensor do hardware já instalado, a solução utiliza algoritmos para detectar eventos que afetam a superfície e a carcaça do pneu. O motorista pode ser imediatamente notificado do perigo e agir para remediar a situação.

O sistema de monitoramento de danos nos pneus tem outras aplicações. Ele não apenas entende quando o dano ocorreu, mas também onde. Dessa forma, permite uma visão das condições e da infraestrutura das estradas, que pode ser usada para alertar os órgãos responsáveis ​​pela gestão das vias sobre a presença e a localização de buracos e outros perigos. Futuros veículos autônomos também poderão se beneficiar, à medida que o sistema passa informações sobre riscos locais nas proximidades, bem como armazena dados na nuvem.

Atualmente, o Sistema de Monitoramento de Danos aos Pneus da Bridgestone está disponível para frotas e veículos equipados de fábrica com a MCVP.