Terça-feira, 28 de julho de 2020 - 10h25
Docas do Rio de Janeiro implanta Sistema Eletrônico de Informação
Autoridade portuária passa a utilizar plataforma digital do Ministério da Infraestrutura para tramitação eletrônica de documentos

A Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), que administra os Portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis, passou a utilizar, no dia 27 de julho, o Sistema Eletrônico de Informação (SEI) Multiórgãos, plataforma digital do Ministério da Infraestrutura.

Com o SEI, as empresas vinculadas podem compartilhar uma base de dados única. Assim, será possível para a CDRJ consultar, assinar e tramitar documentos eletrônicos internamente e entre o ministério e as demais entidades cadastradas no novo sistema digital, modernizando os atuais procedimentos.

Os colaboradores da CDRJ estão sendo capacitados em um curso da Escola Nacional de Administração Pública (Enap), por meio virtual. Eles receberão todo apoio interno para conhecerem as funcionalidades do sistema e aprenderem a utilizar a ferramenta, usufruindo dos seus benefícios no dia a dia de trabalho.

O processo de migração da documentação digital do sistema Sied, utilizado até então pela companhia, para o SEI Multiórgãos, está acontecendo de forma gradual. Após a realização dos testes de acesso e homologações técnicas e documentais, que teve o apoio do Ministério da Infraestrutura para que se pudesse fazer os ajustes necessários, os documentos passarão a ser criados dentro do ambiente do SEI.

Segundo o diretor de Relações com o Mercado e Planejamento, Jean Paulo de Castro Silva, o fato de a CDRJ já contar com 100% de sua tramitação documental de forma digital no antigo sistema facilitou o processo. “Conseguimos lograr êxito nessa etapa, que possibilitou a continuidade do trâmite dos processos com o teletrabalho. Com isso, já internalizamos a lógica da documentação digital e a migração para o SEI não terá os mesmos problemas de mudança na cultura do físico para o digital, que ocorreram com a implantação do Sied”, explicou.

O Ministério da Infraestrutura iniciou a inclusão das empresas vinculadas à base única multiórgãos do SEI em abril. A decisão, alinhada aos objetivos estratégicos da pasta, tem finalidade de identificar e integrar os fluxos de informação de forma eficiente e em um ambiente tecnológico adequado.