Quinta-feira, 30 de julho de 2020 - 11h11
Jean Stoll é promovido a head global de Proteínas e Laticínios da Maersk
Executivo brasileiro atua na companhia desde 2005

O brasileiro Jean Stoll foi promovido a head global de Proteínas e Laticínios da Maersk. O executivo, que tem 20 anos de experiência e chegou à companhia em 2005 por meio da aquisição da P&O Nedlloyd, já atuava há mais de dez anos no segmento de proteínas da Maersk.

No novo cargo ele passa a fazer parte de uma equipe global de carga refrigerada e se reporta a Bruce Marshall, head de Soluções de Carga Refrigerada, trabalhando ao lado de colegas focados em segmentos que incluem Frutas e Peixes na Europa e na África.

Como parte de seu trabalho diário, Stoll está focado nas principais tendências mundiais, consumo de proteínas chinesas, sustentabilidade, nichos de mercado e posicionamento global da Maersk, entre outras questões. A companhia é responsável por um a cada três contêineres de proteínas no mundo e por mais de 50% do mercado mundial de laticínios.

“O ano de 2020 é desafiador e nosso principal objetivo é garantir que as mercadorias dos clientes continuem em movimento, fornecendo soluções para caminhões, trens, além de transporte e armazenamento de cargas refrigeradas”, diz Stoll. “O Brasil tem um papel fundamental no abastecimento de alimentos no mundo e é muito importante que os contêineres refrigerados sejam liberados pelos clientes em tempo hábil para reduzir qualquer desequilíbrio potencial da cadeia de suprimentos”, acrescenta.