Terça-feira, 11 de agosto de 2020 - 11h04
JSL anuncia a aquisição de 100% da Transmoreno
Negociação está avaliada em um total de R$ 310 milhões

A JSL anunciou que assinou, no dia 7 de agosto, um contrato de compra e venda visando a aquisição da Moreno Holding, detentora da Transmoreno Transporte e Logística. O acordo prevê a aquisição de 100% da companhia pelo valor de R$ 310 milhões, sendo R$ 100 milhões pagos no fechamento da transação e o restante em parcelas semestrais ao longo de cinco anos.

A Transmoreno iniciou as suas atividades em 1978 na cidade de São José dos Pinhais (PR) e atua nos segmentos de transporte de veículos sobre carretas do tipo cegonha e prestação de serviços de logística automotiva. A empresa opera em todo o território nacional e conta com mais de 720 mil m² em áreas e pátios para armazenagem e distribuição de veículos.

Seu modelo de negócios é baseado na oferta de soluções logísticas por meio de uma rede de terceiros, sendo considerada uma empresa leve em ativos. Sem revelar nomes, a JSL informa que fazem parte da carteira de clientes da Transmoreno duas das principais montadoras de veículos presentes no Brasil.

Em 2019, a empresa movimentou um total de 100.400 veículos, percorrendo uma distância média de 1.349 km. A Transmoreno apresentou, também no ano passado, uma receita líquida de R$ 210,2 milhões, Ebtida de R$ 58,7 milhões, lucro líquido de R$ 38,3 milhões e caixa líquido de R$ 18,6 milhões.

De acordo com a própria JSL, a aquisição está alinhada à sua estratégia de crescimento, diversificação e consolidação como a maior e mais integrada plataforma de serviços logísticos no Brasil, possibilitando maior participação em serviços que podem oferecer melhorias, agregando valor ao cliente.

“Esperamos os seguintes principais benefícios para a JSL”, diz fato relevante divulgado pela companhia: “expansão de sua participação no setor de transporte de veículos novos, em linha com a estratégia de diversificar seu portfólio e aumentar o share da receita em segmentos que possuem alto valor agregado; ampliação da rede de caminhoneiros agregados; incremento da capilaridade de sua rede de distribuição; ampliação de vantagens competitivas com a geração de sinergias operacionais e financeiras; e oportunidades de adição de novos contratos, oferecendo outros serviços do nosso portfólio aos clientes da Transmoreno e vice-versa.”

A aquisição está condicionada ao cumprimento de obrigações precedentes usuais a esse tipo de operação e será submetida à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).