Quinta-feira, 13 de agosto de 2020 - 8h02
Autodesk Brasil e Dnit assinam acordo para melhorar gestão de projetos e de obras públicas
Será empregada a tecnologia BIM, metodologia de projetos e construção para a indústria de engenharia civil e arquitetura

A empresa de tecnologia Autodesk Brasil e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) assinaram, no último dia 31 de julho, um acordo de colaboração técnica para promover a cooperação e ações de fomento à implantação de melhorias na gestão de projetos e de obras públicas por meio da utilização da tecnologia de Modelagem da Informação da Construção (Building Information Modeling, BIM, na sigla em inglês), metodologia de projetos e construção para a indústria de engenharia civil e arquitetura.

Vale ressaltar que o Brasil se prepara para adotar o BIM como pré-requisito à contratação de obras de infraestrutura federais a partir de 2021, de acordo com o decreto nº 10.306, assinado em 2 de abril de 2020.

Hoje o Dnit tem 56 mil quilômetros de estradas e rodovias e 28 mil km de ferrovias e hidrovias para gerenciar, ampliar e melhorar. “O BIM é um dos objetivos estratégicos do órgão, que participa do comitê de implementação do BIM do governo federal e do Ministério de Infraestrutura, como forma de prover à população brasileira um processo melhorado para conectar este país que tem uma diversidade de desafios de mobilidade”, afirma o líder do time técnico da Autodesk Brasil, Pedro Soethe.

O executivo irá trabalhar diretamente com a equipe da diretoria de Planejamento e Pesquisa do Dnit com o objetivo de promover um cronograma de ações para os próximos dois anos, que irá culminar no cumprimento das metas estabelecidas no acordo.

A cooperação visa assegurar a implementação efetiva do BIM, baseada em três pilares: política, processos e tecnologia. Já como metas, as instituições definiram a elaboração de guia de projetos de estradas usando o BIM, a operação assistida para projetos de infraestrutura rodoviária, a estruturação de templates, o desenvolvimento de relatórios e objetos paramétricos, a realização de eventos técnicos e a apresentação dos resultados para a população.