Segunda-feira, 30 de novembro de 2020 - 9h44
Santos Brasil finaliza obras civis do projeto de modernização do Tecon Vila do Conde
Ao todo, foram 25 meses de obras como pavimentação em concreto de 36 mil m² de pátio para armazenamento de contêineres e a construção de dois gates

A Santos Brasil divulga que concluiu as últimas obras civis do projeto de modernização do Tecon Vila do Conde, terminal de contêineres localizado em Barcarena (PA). No total, foram 25 meses de obras que contemplaram a pavimentação em concreto de 36 mil m² de pátio para armazenamento de contêineres e a construção de dois gates e de espaços destinados a vestiários e refeitórios para os colaboradores.

Outra melhoria foi a automatização dos gates nas entradas do terminal, que tem como objetivo agilizar o fluxo de caminhões e aumentar a segurança da informação e da carga. Desenvolvidos com base nas estruturas de IoT, os gates automatizados permitem a autenticação biométrica, o controle e gerenciamento de motoristas, evitando filas para cadastros e padronizando processos, a leitura de placas e de contêineres por meio de sensores de OCR, a aferição de peso do caminhão com a carga e a sincronização de dados entre as unidades da companhia.

Divulgação

Atualmente, o Tecon Vila do Conde conta com quatro gates de entrada e dois de saída, piso de concreto em todo o seu pátio de armazenamento, que permite maior velocidade para a operação e maior capacidade de armazenamento. Além disso, o local dispõe de nove reach stakers, das quais três acabaram de chegar ao terminal, substituindo equipamentos já existentes, para movimentação de contêineres no pátio e três guindastes MHC sobre rodas que operam no cais para embarque e desembarque de mercadorias conteinerizadas ou cargas de projeto.

Entre 2018 e 2019, a Santos Brasil realizou investimentos da ordem de R$ 60 milhões na unidade, em obras civis e equipamentos de pátio e cais. Segundo a companhia, estes investimentos proporcionaram aumento na produtividade do terminal e elevaram o nível de serviço, agregando competitividade aos seus clientes e estimulando o desenvolvimento regional.

Nos últimos anos, o Tecon Vila do Conde tem apresentado crescimento e em 2019 superou a marca dos 104 mil contêineres movimentados. Em 2020, a demanda pela movimentação de cargas de projetos tem se destacado. Mesmo em meio à crise gerada pela pandemia do Covid-19, o terminal operou neste ano, até agora, 18 navios com este tipo de carga contra 15 em todo o ano passado.

A prestação de serviço de armazenagem também vem registrando um aumento em relação a 2019, com a possibilidade de desova de contêineres e estoque de mercadorias para seus clientes. Atualmente, 75% da área de armazenagem vêm sendo utilizada enquanto no ano passado a média de ocupação foi de 55%.