Sexta-feira, 19 de março de 2021 - 13h08
Stokki investe para ampliar capacidade de oferta de armazenagem sob demanda
Companhia foca as ações este ano na captação de recursos para investir no desenvolvimento do software de gestão e inteligência e ampliar a rede de fornecedores

A Stokki aposta suas estratégias na implementação do conceito de armazenagem on-demand a fim de dinamizar o mercado e trazer escalabilidade e flexibilidade nas operações logísticas, permitindo que as empresas possam lidar melhor com as flutuações de estoque e as mudanças no comportamento de compra de seus clientes, além de integrar todo o fluxo de informações da sua cadeia logística, mesmo trabalhando com uma rede formada por diferentes fornecedores.

Os planos da Stokki para 2021 são de captar recursos para poder investir no desenvolvimento do seu software de gestão e inteligência, ampliar a sua rede de fornecedores, além de aumentar seus esforços nas áreas de marketing e vendas.

“Sabemos que as logtechs estão em alta no momento e existem vários entrantes no mercado. Nós já percorremos um caminho de validação e desenvolvimento de produto e queremos tornar o serviço da Stokki cada vez mais útil, inteligente, preditivo e eficiente, para facilitar a vida dos empresários e profissionais de logística e supply chain. Nós sabemos que não podemos parar de inovar e de fazer sentido para nossos clientes”, afirma o CEO da Stokki, Edison Kwecko.

Segundo o executivo, a ideia é trabalhar com o espaço ocioso dos operadores logísticos e proprietários de armazéns e, assim, conseguir capitalizar e fazer uso produtivo de sua capacidade excedente, com contratos flexíveis, sem mínimos exigidos, aliados a preços competitivos.

Desta forma, diz, o modelo on-demand aplicado ao armazenamento de produtos possibilita que as empresas possam planejar estratégias de curto prazo para operações spot, trabalhar melhor os picos de sazonalidade, implementar com mais agilidade seus planos de contingência, além de testar novos mercados e produtos a um risco mais baixo.

Outro benefício destacado é a redução do tempo de entrega e os custos com frete ao trabalhar com uma rede de distribuição mais pulverizada, mais estratégica, mas sem perder tempo integrando diversos sistemas e informações, já que a gestão da rede é toda integrada pelo software da startup.

Ainda de acordo com Kwecko, uma das intenções ao implementar esse modelo no Brasil  é atender às necessidades das empresas frente ao crescimento do e-commerce no país e ao aumento da exigência dos consumidores em relação aos prazos de entrega e aos valores de frete.

“O armazenamento sob demanda permite às empresas posicionarem seus estoques de forma mais estratégica e descentralizada, próxima de seus maiores pontos de consumo, reduzindo, assim, custos com transportadora e encurtando a última milha”, garante o CEO.

Mais um ponto citado sobre o modelo é que, graças à flexibilidade de contratos, ele permite que as empresas lidem melhor com as mudanças do mercado, possibilitando um planejamento estratégico mais dinâmico, de curto prazo e em pequenos volumes. “As empresas poderão lidar melhor com situações inesperadas e traçar diferentes estratégias devido à flexibilidade que o modelo proporciona”, conta a CMO da Stokki, Andrea Nemoto.

Histórico

A Stokki surgiu em 2019 com a o objetivo de democratizar e descomplicar a logística para empresas de todos os tipos e tamanhos. A companhia passou de um marketplace de busca e contratação de fornecedores para um SaaS Enabled Marketplace, que alia a facilidade desse modelo a um software de gestão de pedidos e inventário.

De acordo com a empresa, as operações disponibilizadas são independentes do canal de venda e podem ser moldadas de acordo com as necessidades de cada negócio. Em sua rede, possui desde smart lockers e self storages, para operações mais simples, na modalidade de autosserviço, até operadores logísticos 3PL e 4PL, com diversas filiais no Brasil, especializados em diversos tipos e tamanhos de carga – como fracionada, grande porte, granel, paletizada, temperatura ambiente, controlada e congelada.