Terça-feira, 6 de abril de 2021 - 12h49
Yale atualiza empilhadeiras retráteis modelos MR16 e MR20HD
Produtos ganharam uma transmissão capaz de aguentar mais impacto, para entregarem ergonomia, alcance e produtividade na movimentação de materiais em corredores estreitos

A Yale anuncia atualizações na linha de empilhadeiras retráteis. Os modelos MR16 e MR20HD foram atualizados e receberam melhorias, como a adoção de uma transmissão capaz de aguentar mais impacto, para entregarem ergonomia, alcance e produtividade na movimentação de materiais em corredores estreitos.

“A Yale oferece empilhadeiras retráteis para satisfazer todos os requisitos de aplicação de corredores estreitos. A série MR é versátil e tem boa manobrabilidade, o que contribui para o melhor aproveitamento do espaço, maximizando as áreas de armazenagem. As melhorias recém empregadas vem com o objetivo de otimizar, ainda mais, a operação de nossos clientes” diz a gerente de Marketing da Yale, Juliana Tavares.

Um dos recursos que acompanham os modelos é a inclinação somente do carro de carga quando a torre é acionada, o que traz mais confiança ao operador e estabilidade durante a movimentação de material, resultando em maior produtividade. “Outro ponto que merece destaque é a velocidade do sistema de elevação de carga das empilhadeiras retráteis Yale que quando configuradas no modo de alta performance, pode chegar a ser até 25% superior em comparação com outras marcas”, explica Juliana.

Produzidas no Brasil, as empilhadeiras MR16 e MR20HD vêm com a opção de bateria de íon lítio que além de ser uma solução mais sustentável, também se destaca pela facilidade e agilidade no carregamento quando comparada à bateria de chumbo ácido.

Para completar, as questões de conforto e ergonomia também ganharam reforço a partir de diferenciais como os três pontos de apoio dedicados à entrada do operador nos equipamentos e o controle na palma da mão por meio do mini lever.