Sexta-feira, 6 de agosto de 2021 - 11h08
Transpicoli adota solução de BI da Gestran para gerir operações de transporte
Objetivo com o sistema é realizar uma análise gerencial, auditando os dados fornecidos e montando cenários favoráveis à transportadora

A Transpicoli, transportadora de Mato Grosso que conta com mais 30 veículos em sua frota, investe em tecnologia de gestão a fim de otimizar os custos e maximizar as operações. Uma das ações é focar em ferramentas dotadas de BI – processo de coletar dados gerados por um negócio, organizá-los e fazer uma análise, apresentando informações reais e concretas para tomadas de decisão de uma empresa.

O gerente geral da Transpicoli, Sérgio Ferreira de Andrade, diz que aprender a avaliar os dados e investir em soluções tecnológicas é fundamental para aumentar os lucros e otimizar os processos no dia a dia das transportadoras. “No início de 2021, resolvemos investir no uso de BI para melhorar nossa gestão de combustíveis e o resultado que conseguimos, dado o poder da ferramenta, foi extremamente satisfatório.”

Segundo o executivo, após os profissionais da empresa rodar os dados e analisá-los, foi possível identificar, por exemplo, quais eram os melhores postos de combustíveis nas rotas que apresentavam preços mais interessantes e margem de negociação. Em alguns casos, revela, a economia chegou a ser de até 0,4 centavos por litro de combustível. “Em um primeiro momento, pode não parecer muita coisa, mas em médio prazo esses centavos geram grande economia dentro de uma transportadora”, ressalta Andrade.

Para obter os resultados, a Transpiccoli adotou a tecnologia fornecida pela Gestran, empresa paranaense especializada em ERP e sistemas de gestão para transporte e logística. Nesse caso, o módulo utilizado para reduzir o preço pago no combustível foi o Gestran Combustível. Além de monitorar as despesas em cada veículo, a ferramenta ajuda a manter um histórico de abastecimento por veículo, motoristas e postos.

“Com o BI é possível realizar uma análise gerencial, auditando os dados fornecidos e montando cenários favoráveis aos transportadores. Isso auxilia no controle, tomada de decisões e demais negociações, permitindo a redução de custos e o aumento da lucratividade”, diz o CEO da Gestran, Paulo Raymundi.

Andrade completa dizendo que a Transpiccoli optou pela Gestran porque é a empresa hoje no Brasil que tem o sistema mais robusto para gestão de frotas. “E dentro dessa parceria, eles estão sempre atentos ao nosso feedback para aprimorar ainda mais as suas soluções”, pontua.