Sexta-feira, 10 de setembro de 2021 - 14h58
Rangel integra iniciativa para mercado livre do agronegócio
Primeiro marketplace do setor promete eliminar intermediários em negociações de commodities alimentares

Uma parceria entre o operador logístico Rangel Logistics Solutions, uma startup brasileira, bancos, corretoras de câmbio, de seguros e empresas de agenciamento de fretes promete viabilizar o primeiro marketplace do agronegócio nacional.

A Rangel será o operador logístico oficial da iniciativa. Além de prestar serviços logísticos, a empresa vai colaborar com dados de inteligência em rotas, fretes, rastreabilidade e previsões de oferta e demanda de mercadorias que vão ajudar os usuários do marketplace a fazer os melhores negócios.

A plataforma já conecta produtores de trigo, frutas, verduras e legumes no Brasil a varejistas, indústrias e cooperativas que demandam esses produtos. “Pequenos e médios produtores rurais têm acesso direto a compradores de seus produtos num ambiente digital, seguro, com serviços integrados e, principalmente, livre de intermediários”, explica Enrique Garcia, diretor de Desenvolvimento de Negócios da Rangel.

Ainda segundo o executivo, a plataforma vai permitir ao produtor negociar diretamente com os compradores de seus produtos em condições mais favoráveis. Garcia acredita, inclusive, que ela será uma alternativa à comercialização via trades agrícolas e empresas de exportação. Além de conectar produtores e compradores, a plataforma vai disponibilizar serviços bancários, logísticos, de corretagem de câmbio e seguros necessários à efetivação de negócios no Brasil e, futuramente, no exterior.