Ibovespa
124.171,15 pts
(-0,17%)
Dólar comercial
R$ 5,24
(-0,50%)
Dólar turismo
R$ 5,45
(-0,56%)
Euro
R$ 5,60
(-0,02%)

Black Friday de 2023 deve registrar aumento de 9,5% nas vendas, diz ABCom

A pressão por prazos de entrega é especialmente alta durante a Black Friday, influenciando a decisão de compra de 48% dos consumidores
Por Redação em 30 de outubro de 2023 às 10h11
Black Friday de 2023 deve registrar aumento de 9,5% nas vendas, diz ABCom
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCom) divulgou dados que indicam uma expectativa de aumento de 9,5% nas vendas para a Black Friday de 2023, em contraste com a queda de mais de 20% registrada em 2022, de acordo com um levantamento da consultoria Neotrust. Faltando apenas um mês para o evento, os setores comerciais estão intensificando seus esforços para atender à demanda, e a logística desempenha um papel crucial.

Waldir Bertolino, Country Manager da Infor no Brasil, enfatiza a importância da eficiência operacional na logística durante a Black Friday, destacando a necessidade de uma gestão de estoque robusta e controle completo das operações de armazém. Ele observa que a implementação do Infor WMS levou a reduções de custos de "fulfillment" de 15 a 20% e um aumento na produtividade geral de 15 a 40% em operações logísticas.

A pressão por prazos de entrega é especialmente alta durante a Black Friday, influenciando a decisão de compra de 48% dos consumidores, conforme o estudo E-commerce Trends 2024, realizado pela Octadesk e Opinion Box. Além disso, a facilidade de compra, formas de pagamento, descrição detalhada do produto e agilidade no atendimento são fatores cruciais para as marcas que buscam se destacar da concorrência, todos centrados na comodidade do cliente.

Na gestão de armazéns, o desafio é controlar o estoque, muitas vezes sem o apoio da tecnologia, o que pode levar a desequilíbrios na cadeia de suprimentos, custos elevados e insatisfação do cliente. No entanto, o mercado está reconhecendo o estoque como um fator estratégico, especialmente para o varejo, e soluções tecnológicas, como sistemas de gerenciamento de armazéns (WMS), estão se tornando essenciais.

Bertolino também destaca a importância do planejamento da demanda otimizado, com a ajuda da inteligência artificial (IA) e do aprendizado de máquina, permitindo aos líderes logísticos prever a demanda por produtos e planejar o estoque de forma eficaz, evitando excessos ou faltas de inventário. O executivo sublinha que a falta de planejamento da demanda é um erro comum que pode resultar em prejuízos significativos, especialmente em datas de grande demanda.

Além disso, a automação de processos logísticos por meio da IA pode reduzir os tempos de processamento de pedidos em até 30%, uma economia de custos considerável, dado que o processo de "picking" representa uma parte substancial dos custos operacionais do armazém, variando de 50% a 70%.


LEIA MAIS:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar