Ibovespa
127.625,84 pts
(-0,03%)
Dólar comercial
R$ 5,60
(0,30%)
Dólar turismo
R$ 5,81
(0,28%)
Euro
R$ 6,10
(0,13%)

Pepsico aumenta frota de veículos movidos a GNV e expande projeto de carroceria sustentável

Ao todo, 100 veículos circularão pelo país com a carroceria fabricada a partir de embalagens de snacks e bebidas
Por Redação em 15 de agosto de 2022 às 13h00

A Pepsico Brasil acaba de adquirir 12 caminhões Scania movidos a gás natural veicular (GNV), ampliando sua frota sustentável, e anunciou a expansão do seu projeto de carrocerias sustentáveis.

Os veículos, utilizados para entregar produtos em todo o país, fazem parte da estratégia Pepsico Positive (Pep+). A partir dela, a Pepsico visa gerar valor sustentável por meio de três pilares: agricultura positiva, cadeia de valor positiva e escolhas positivas. 

No total, serão 100 veículos com carroceria sustentável, além dos 12 novos veículos movidos a GNV, em linha com as metas de reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 40% em toda a sua cadeia produtiva até 2030 e atingir net zero em sua operação global até 2040.

“Com a compra desses novos caminhões movidos a GNV, somamos 65 caminhões elétricos e a gás em nossa frota. E não vamos parar por aqui, vamos seguir agregando novos veículos sustentáveis já no início de 2023 para conquistarmos um impacto positivo cada vez maior”, afirma o vice-presidente de Operações da Pepsico Brasil, Paulo Quirino.

O protótipo de carroceria sustentável foi desenvolvido pela equipe da Pepsico no Brasil em uma iniciativa piloto com um caminhão em Minas Gerais, lançada em janeiro. O projeto considera um baú de caminhão fabricado com plástico reciclado, de BOPP e garrafas PET, oriundo de embalagens dos snacks e bebidas da companhia, junto à fibra de vidro na composição. O projeto agora foi expandido para cerca de 100 caminhões da frota secundária da companhia, em caminhões de médio porte que atendem pequenos varejistas em todo o Brasil e que irão circular com a nova carroceria a partir de setembro. 

“Estamos muito orgulhosos de levar um exemplo de inovação em prol da sustentabilidade e da economia circular do Brasil para a Pepsico global. Com a expansão do nosso baú de fibra com material reciclado, vamos dar um novo destino para mais de 68 mil unidades de garrafas PET, ou 3.400 quilos de PET, e mais de 138 mil embalagens de snacks, equivalente a 555 quilos de plástico BOPP. E a nossa ideia é ampliar esse projeto para todos os novos caminhões da nossa frota”, destaca Alexandre Carreteiro, presidente da Pepsico Brasil Alimentos. 

A fabricação da fibra também pode consumir até 99% menos energia em comparação à carroceria convencional feita de alumínio. O projeto foi desenvolvido em parceria com a Sulfibra, que desenvolveu a fibra sustentável em conjunto com a Pepsico.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar