Ibovespa
119.662,38 pts
(0,08%)
Dólar comercial
R$ 5,38
(0,28%)
Dólar turismo
R$ 5,58
(0,03%)
Euro
R$ 5,76
(-0,05%)

Suape recebe a maior importação privada de GLP já realizada no Brasil

Embarcação Eco Arctic transportou 12,5 mil toneladas da carga para suprir a Região Nordeste
Por Redação em 17 de janeiro de 2023 às 14h00
Suape recebe a maior importação privada de GLP já realizada no Brasil

O Complexo Industrial Portuário de Suape (PE) recebeu, no dia 6 de janeiro, a embarcação Eco Arctic, vinda de Bahia Blanca, na Argentina trazendo 12,5 mil toneladas de gás liquefeito de petróleo (GLP) para atender a Região Nordeste do Brasil.

A Interco, trading company que atende o mercado de importação de derivados de petróleo, com foco em GLP, realizou a operação por meio de um acordo com a Transportadora Gas del Sur (TGS). A carga importada será descarregada integralmente no navio cisterna BW Princess por meio de uma operação de transbordo ship to ship. O produto foi adquirido por diferentes distribuidoras que atuam no Brasil.

Leia mais: Suape assina termo de cooperação com a Autoridade Marítima do Panamá

De acordo com Interco, a importação de GLP para Suape é uma alternativa que pretende eliminar por completo os sobressaltos no suprimento do gás no Brasil, trazendo normalidade e fluidez nos fluxos do produto.

“A chegada da embarcação Eco Arctic atenderá regiões que demandam uma quantidade alta de GLP. Outro ponto que precisa ser destacado é que esse modelo de importação é importante para diminuir os riscos de desabastecimento, que vez ou outra, acabam ocorrendo em nosso país. O trabalho que realizamos é feito em individualmente com cada distribuidora”, explica o diretor de Commodities e Trading da Interco, Marcos Paulo Ferraz.

Leia mais: Complexo Industrial Portuário de Suape apresenta Plano Diretor Suape 2035

A Interco, reconhecida como uma startup no segmento de commodities, iniciou as operações em setembro do ano passado, atendendo o mercado do Sul do Brasil por meio de GLP importado pelo modal rodoviário proveniente da Argentina. Com a abertura da infraestrutura portuária no Terminal de Suape, uma nova possibilidade de negócio surgiu para a companhia.  Em três meses de atuação, a companhia já importou mais de 20 mil toneladas de gás para as principais distribuidoras do Brasil.

“Nesse primeiro semestre temos a perspectiva de importar 60 mil toneladas para o Brasil, tanto pela malha rodoviária quanto pela marítima. Entendemos que somos uma ferramenta de garantia de fluxos e, com isso, faz parte do nosso planejamento estratégico para os próximos anos a diversificação do nosso portfólio e o aumento de participação no mercado petroquímico, de gases especiais, propelentes e biocombustíveis” ressalta o diretor executivo da Interco, Nicholas Taylor.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar