Ibovespa
126.113,73 pts
(-0,24%)
Dólar comercial
R$ 5,65
(-0,16%)
Dólar turismo
R$ 5,86
(-0,14%)
Euro
R$ 6,13
(-0,10%)

DM reforça rota alternativa para o Chile

Por Redação em 5 de junho de 2007 às 16h16 (atualizado em 26/04/2011 às 17h40)

Empresa conscientiza os clientes sobre a importância de utilizar Pino Hachado no inverno

A DM Transporte e Logística Internacional aposta, em 2007, na consolidação de sua rota alternativa para o transporte de mercadorias entre o Brasil e o Chile. A empresa espera que, entre os meses de maio e setembro, período de constantes nevascas na Cordilheira dos Andes, 90% de seus clientes utilizem o caminho de Paso de Pino Hachado, em substituição à tradicional rota pelo Paso Fronterizo Los Libertadores.

Segundo o diretor Comercial da DM, Mário Rodrigues, a meta é triplicar o número de viagens por Pino Hachado. O executivo divulga que, em 2006, 40 viagens, de dez clientes, foram realizadas pelo novo trajeto. Rodrigues lembra, contudo, que este aumento dependerá das condições climáticas na região. “Se o inverno de 2007 for igual ao do ano passado, com muitas chuvas, a meta será obtida”, diz.

O diretor ressalta que o trabalho de conscientização junto aos clientes já começou. “Estamos mostrando que está é uma rota definitiva para os clientes que operam entre o Brasil e o Chile”, resume. Segundo ele, a ação de esclarecimento consiste em mostrar aos parceiros que a opção via Pino Hachado otimiza os custos. “Com os caminhões parados, os produtos ficam indisponíveis para negociação, além de ser perigoso”, afirma. Ele lembra, ainda, que alguns clientes, prevendo as paradas por causa das nevascas, mantêm grandes estoques, o que aumenta o custo de inventário.

Apesar de mais longe do que o trajeto costumeiro – Pino Hachado localiza-se a 865 km ao sul de Santiago – a rota mantém-se aberta durante todo o ano e conta com infra-estrutura. Os clientes têm outra vantagem. “Subsidiamos parte dos custos relativos aos quilômetros adicionais a percorrer”, informa Rodrigues.

Por mês, 250 viagens são realizadas pela DM entre o Brasil e o Chile. Entre importação e exportações, cerca de US$ 20 milhões em mercadorias circulam entre os países por meio da empresa.

www.dminternacional.com

 

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar