Ibovespa
125.124,30 pts
(0,75%)
Dólar comercial
R$ 5,20
(-0,96%)
Dólar turismo
R$ 5,41
(-1,20%)
Euro
R$ 5,54
(-0,86%)

Panorama de investimento em tecnologia pelos operadores logísticos

Por Beatris Huber el 30 de noviembre de 2022 a las 12h30 (atualizado às 12h51)
Beatris Huber

O estudo “Perfil dos Operadores Logísticos do Brasil – 2022”, realizado pela ABOL (Associação Brasileira dos Operadores Logística) em parceria com o ILOS, apresenta um mapeamento relevante do setor, destacando a sua relevância para a economia e sociedade brasileira, sua evolução nos últimos anos, seus desafios e anseios, além dos principais investimentos e estratégias, sendo uma referência para todos que demandam ou oferecem serviços logísticos. O estudo é completo, não cabendo seu conteúdo em um único post. Então, meu foco se dará no capítulo sobre Tecnologia. 

As tecnologias mais utilizadas pelos Operadores Logísticos hoje são os sistemas de gestão das operações, TMS e WMS, que são essenciais para a gestão de transporte e armazenagem. Essas tecnologias também estão no pipeline de investimentos para os próximos dois anos para a maioria dos operadores logísticos. A integração tecnológica com clientes e fornecedores também não fica para trás, 88% dos respondentes já possuem tecnologias com essa finalidade e 78% aumentarão seus investimentos nessa frente destacando a tendência dos OLs de estarem mais bem integrados com a cadeia. 

Por outro lado, tecnologias como Blockchain, Drones, Veículos Autônomos e Realidade Aumentada ou Virtual ainda são poucos utilizadas, pois exigem altos investimentos frente aos benefícios esperados. No entanto, já existem alguns operadores logísticos brasileiros investindo em tecnologias disruptivas, liderando no quesito inovação.

A matriz a seguir resume o quadro de tecnologias do presente e do futuro dos operadores logísticos. Enquanto o eixo x mostra o percentual de respondentes que já possuem a tecnologia hoje, o eixo y apresenta o percentual de respondentes que aumentarão seus investimentos na tecnologia até 2024.

Panorama de investimento em tecnologia pelos operadores logísticos
Utilização versus Investimento em Tecnologia até o ano 2024Fonte: Perfil dos Operadores Logísticos do Brasil – 2022 – Abol e Ilos

Chamamos o primeiro quadrante de tecnologias embrionárias, que estão em fase inicial de implementação no mercado dos operadores logísticos, pois poucos a utilizam, mas a maioria pretende aumentar seus investimentos nos próximos dois anos. São essas: Automação, Robotização, Veículos elétricos, Sensorização, Internet das coisas (IoT) e Data Analytics com machile learning e inteligência artificial. 

No segundo quadrante estão as tecnologias em expansão, aquelas que a maioria já utiliza e ainda pretende aumentar investimentos para melhorias, atualizações ou expansão de seu uso. Aqui estão as já citadas TMS, WMS, Integração tecnológicas com clientes e fornecedores, além da Torre de controle.

Não foram identificadas tecnologias saturadas, aquelas já utilizadas pela maioria, mas que não se pretende mais investir. 

Por último, temos as tecnologias idealizadas do quarto quadrante como Blockchain, Drones, Veículos Autônomos e Realidade Aumentada ou Virtual. Seu uso ainda é exclusivo de poucos operadores que se destacam pela inovação e a previsão é que poucos invistam nelas no futuro próximo estando distante do uso em larga escala. 

Uma análise específica dos OLs que atuam no E-Commerce mostra que esse setor têm sido um forte alavancador do desenvolvimento tecnológico, principalmente por conta da complexidade operacional e das altas exigências do segmento. Tecnologias como Sensorização (tipo RFID) e Data Analytics usando ML e IA, por exemplo, já são uma realidade para quase metade dos OLs que atuam nesse segmento, pois elas auxiliam no processamento de uma grande quantidade de pedidos, aumentam a velocidade e assertividade do picking, auxiliam na gestão do crowdsourcing, entre outras funcionalidades. Vale destacar ainda o uso de veículos elétricos, que já estão disponíveis, mesmo que em pequena escala, por 43% dos OLs que atuam no E-Commerce.

Este cenário de adoção e investimentos em tecnologias presente no setor de operadores logísticos já impacta na contratação de mão-de-obra, visto que 90% dos OLs estão aumentando o nível de exigência de conhecimento tecnológico para contratação. E para vencer o gap de qualificação do mercado, muitos estão investimento em capacitação. 94% dos operadores investiram em capacitação no último ano, totalizando mais de R$400 milhões de investimento em treinamento pelo setor.

Outra tendência é o investimento em Startups e Logtechs, responsáveis pelo desenvolvimento de soluções inovadoras com alta velocidade. 29% dos operadores investiram no ano passado nesses pequenos empreendedores como uma forma de acelerar sua inovação. 

Referências

https://abolbrasil.org.br/

/categoria/artigos/panorama-do-setor-de-operadores-logisticos-no-brasil.html

Panorama de investimento em tecnologia pelos operadores logísticos
Beatris Huber, sócia gerente do Ilos

 

 

 

Utilizamos cookies y tecnologías similares para mejorar su experiencia, analizar estadísticas y personalizar la publicidad. Al acceder al sitio web, acepta este uso, de acuerdo con la Política de Privacidad.
Aceptar
Administrar