Ibovespa
127.652,06 pts
(-1,39%)
Dólar comercial
R$ 5,59
(1,89%)
Dólar turismo
R$ 5,79
(1,73%)
Euro
R$ 6,09
(1,54%)

Minas Gerais ganha posto de recebimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas

Localizado no CeasaMinas a nova unidade será gerenciada pela Associação dos Revendedores de Defensivos Agrícolas do Vale Paraopeba e Região
Por Redacción el 21 de junio de 2022 a las 14h00

Foi inaugurado no CeasaMinas, localizado na cidade de Contagem (MG), um novo posto de recebimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas do Sistema Campo Limpo, programa de logística reversa que reúne fabricantes, distribuidores, agricultores e poder público. 

Gerida pela Associação dos Revendedores de Defensivos Agrícolas do Vale Paraopeba e Região (ARDAVPR), a unidade tem 100 m2 de área construída e poderá receber mais de 4 toneladas por mês do material, que será encaminhado para processamento na central de São Joaquim de Bicas (MG). 

Devido à sua localização estratégica, o posto otimizará o tempo dos produtores da Região Metropolitana de Belo Horizonte, composta por 34 municípios.  A nova unidade permitirá que os agricultores devolvam as embalagens vazias de defensivos no mesmo lugar de entrega de sua produção agrícola, gerando economia de tempo e combustível. 

“Antes da inauguração, o produtor chegava a rodar até 100 km para deixar seus produtos no CeasaMinas, devolver as embalagens na central de São Joaquim de Bicas e retornar à propriedade, dependendo de sua localização. Isso podia levar até 3 horas do seu dia de trabalho”, explica o presidente da ARDAVPR, Jaeder Santana Soares. 

O posto funcionará como uma extensão da Central de São Joaquim de Bicas, ficando responsável pelo recebimento e pela triagem por tipo de material, tamanho e cor. Depois de separadas, as embalagens seguem prontas para serem processadas na central, onde são colocadas diretamente na prensa. “Com a primeira etapa sendo feita no posto, a equipe da central poderá se dedicar a outras atividades, aumentando sua produtividade”, destaca Antonio Carlos Amaral, gerente de Operações do Instituto Nacional De Processamento De Embalagens Vazias (InpEV), entidade gestora do Sistema Campo Limpo. 

De acordo com Amaral, a inauguração ampliará ainda mais a malha de recebimento de embalagens de Minas Gerais, chegando a 9 unidades nas regiões estratégicas do estado. “Minas Gerais responde por 7% do total de embalagens destinadas corretamente no Brasil, que em 2021 foi de cerca de 53,5 mil toneladas”, destaca. 

Utilizamos cookies y tecnologías similares para mejorar su experiencia, analizar estadísticas y personalizar la publicidad. Al acceder al sitio web, acepta este uso, de acuerdo con la Política de Privacidad.
Aceptar
Administrar