Ibovespa
122.512,78 pts
(0,99%)
Dólar comercial
R$ 5,40
(-0,83%)
Dólar turismo
R$ 5,60
(-1,06%)
Euro
R$ 5,79
(-0,53%)

Greenbrier Maxion entrega três novos vagões para Inpasa; Rumo será responsável pela operação

Lançamento aconteceu no município de Hortolândia (SP), nesta quarta-feira (17)
Por Raphael Minho el 18 de mayo de 2023 a las 11h40 (atualizado às 15h45)
Greenbrier Maxion entrega três novos vagões para Inpasa; Rumo será responsável pela operação
Foto: Raphael Minho/Tecnologística
Foto: Raphael Minho/Tecnologística

A Inpasa, empresa de transformação do milho em soluções limpas e renováveis, apresentou os novos vagões fabricados pela Greenbrier Maxion (GBMX), nesta quarta-feira (17), na sede da GBMX, no município de Hortolândia (SP). No evento, foram entregues três novos vagões para a companhia. Com a aquisição de vagões próprios, a Inpasa além de ampliar a distribuição por trilhos, vai reduzir em até 60% as emissões de CO².

"Por meio da ferrovia, vamos otimizar o custo logístico e dar mais segurança ao transporte e entrega aos clientes", afirma o diretor comercial de Etanol da Inpasa Brasil, Gustavo Mariano Oliveira. 

Atualmente, a Inpasa é a maior indústria do segmento, atuando nos municípios de Sinop (MT), Nova Mutum (MT) e Dourados (MS). Ao todo, são processadas 7,5 milhões de toneladas de milho ao ano para a produção do Etanol Anidro e Hidratado, DDGS, Óleo de Milho, Óleo Adjuvante (IOP) e Energia Elétrica, de duas fontes renováveis com 180 mil toneladas ao ano, comercializando o seu produto para mais de 10 países.

Ao todo, foram investidos R$ 97 milhões em 50 vagões e duas locomotivas. A previsão é que todos os vagões e locomotivas sejam entregues até o fim deste semestre. 12 vagões já foram entregues e estão disponíveis para entrar em operação.

“A Rumo identificou todas as necessidades da Inpasa, traduziu tudo isso e os requisitos normativos, e nós iniciamos a produção do vagão. Ele traz especificações técnicas interessantes como, por exemplo, em comparação a versão anterior que está no mercado, ele tem uma capacidade maior, carregando 105 mil litros, enquanto a versão anterior carrega 103 mil litros”, explica Mário Goura, diretor de engenharia da GBMX, à Tecnologística.

Os vagões e locomotivas serão operados pela Rumo pelo prazo de 10 anos, durante o período de locação da Inpasa, e após esse período a concessionária terá um ativo para uso por 30 anos. Para a operação será utilizada a rota Rondonópolis (MT) até Paulínia (SP), em um trecho de 1,2 mil quilômetros. Além disso, a empresa também será responsável pela manutenção dos vagões.

Atualmente, de acordo com a Rumo, são movimentados 1,01 bilhão de litros de etanol ao ano pelo modal ferroviário, considerando novos investimentos, contratos existentes de movimentação e de venda do produto. A empresa já transporta quase 20% do volume de biocombustível do estado de São Paulo.

LEIA TAMBÉM:

Utilizamos cookies y tecnologías similares para mejorar su experiencia, analizar estadísticas y personalizar la publicidad. Al acceder al sitio web, acepta este uso, de acuerdo con la Política de Privacidad.
Aceptar
Administrar