Ibovespa
127.458,36 pts
(-0,23%)
Dólar comercial
R$ 5,12
(0,20%)
Dólar turismo
R$ 5,32
(0,11%)
Euro
R$ 5,55
(0,12%)

Rússia decide proibir exportação de diesel e Petrobras deve ser pressionada para reajustar preço

Somente em agosto, o diesel russo foi responsável por mais de 70% do volume importado pelo Brasil
Por Redação em 22 de setembro de 2023 às 10h27
Rússia decide proibir exportação de diesel e Petrobras deve ser pressionada para reajustar preço
Foto: Reprodução/Pixabay
Foto: Reprodução/Pixabay

A Rússia anunciou nesta quinta-feira (21) restrições temporárias às exportações de gasolina e diesel para estabilizar o mercado interno. O governo ainda não especificou as regras da restrição.

Com isso, o mercado brasileiro deverá sofrer impacto e a Petrobras será pressionada para reajustar o preço dos combustíveis nas refinarias, segundo especialistas em entrevista à Reuters.

Desde o início do ano, a Rússia se tornou o principal fornecedor estrangeiro de diesel para o mercado brasileiro, assumindo a posição que era dos Estados Unidos após oferecer o combustível com desconto, enquanto enfrenta sanções dos países do G7 devido a guerra da Ucrânia.

Com as restrições da Rússia, aumenta a necessidade importações do combustível de outras origens, demandando uma conjuntura de preços mais altos da Petrobras, já que o diesel da estatal atualmente tem uma defasagem em relação ao mercado global, segundo a avaliação dos analistas.

Conforme a publicação, somente em agosto, o diesel russo foi responsável por mais de 70% do volume importado pelo Brasil, que importa entre 25% e 30% de sua necessidade desse combustível.

 

LEIA TAMBÉM:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar