Ibovespa
119.137,86 pts
(-0,44%)
Dólar comercial
R$ 5,42
(0,73%)
Dólar turismo
R$ 5,62
(0,82%)
Euro
R$ 5,82
(1,01%)

EXCLUSIVO: Diretor conta os detalhes da aquisição da Tecmar que movimentou mais de R$ 100 mi

Empresa foi comprada integralmente pela Log-In em 2022
Por Raphael Minho e Shirley Simão em 10 de março de 2023 às 14h00
EXCLUSIVO: Diretor conta os detalhes da aquisição da Tecmar que movimentou mais de R$ 100 mi

O ano de 2022 foi o segundo com maior número de transações no mercado de transporte e logística no Brasil, de acordo com os dados da Connect Finanças. Parte desse resultado também deve-se a aquisição da Tecmar pela Log-In, que no ano passado ainda realizou outro processo de aquisição junto a Oliva Pinto.

Maurício Alvarenga, diretor executivo da Tecmar, contou com exclusividade à Tecnologística os detalhes dessas operações e como a empresa atuará dentro do grupo. Com investimento de aproximadamente R$ 103 milhões, a Tecmar foi adquirida pela Log-In. Com isso, Alvarenga que era executivo da Log-In, deixa a empresa para assumir a Tecmar, que inclusive, foi apresentada como parte do portfólio da Log-In durante a Intermodal 2023.

"Essa empresa é um braço logístico rodoviário da Log-In. [...] Ela pode prestar serviço para qualquer empresa. Nós não temos a intenção de acabar com o transporte por caminhão , porque muitas cargas são urgentes, e a cabotagem tem um tempo de trânsito mais lento", explica.

LEIA TAMBÉM: Segmento de transportadoras tradicionais no Brasil bate recorde de transações em 2022

aquisição de 100% da Tecmar aconteceu durante a Intermodal 2022, que foi realizada em março, na cidade de São Paulo. Uma das principais motivações para o negócio se deve a especialidade da empresa no transporte de carga fracionada, atuando fortemente na distribuição em todos os estados do Sul e do Nordeste. Antes, a Log-In não possuía nenhuma participação na Tecmar.

EXCLUSIVO: Diretor conta os detalhes da aquisição da Tecmar que movimentou mais de R$ 100 mi

"Nós estamos trabalhando para pegar uma parte da carga fracionada que não tem urgência e transferir via cabotagem. Ou seja, eu faço as coletas com caminhões pequenos, [...] se for urgente vai por caminhão, se eu tenho um tempo de entrega mais dilatado vai por via marítima", pontua Alvarenga.

Aquisição da Oliva Pinto
Outra grande operação de aquisição da Log-In foi realizada já no fim de 2022, no mês de dezembro, quando a empresa investiu aproximadamente R$ 140 milhões em 100% da Oliva Pinto, uma empresa regional do Amazonas. Desse valor total, R$ 25 milhões foram pagos à vista e o restante será liberado gradativamente em cinco anos. De acordo com Maurício Alvarenga, essa foi uma operação diferente da Tecmar, em que envolveu também a compra de terreno.

"Tem um grande centro de distribuição lá em Manaus, mas a principal característica é prestar o transporte rodoviário de contêiner para outros armadores, tanto para importação quanto exportação", completa.

Em Manaus (AM), o terminal da Oliva Pinto tem 70 mil m². A empresa ainda possui outro terminal em Boa Vista (RR). A empresa opera com frota própria no transporte rodoviário, com movimentações logísticas e armazenagem de cargas.

Além disso, a Log-In também investiu no ano passado na compra de um navio usado e encomendou mais dois navios, que são maiores do que as embarcações atuais da frota. Um desses navios encomendados será entregue no fim deste ano e a outra embarcação tem previsão de entrega para o início de 2024. Ao todo, a empresa possui sete navios.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar