Ibovespa
130.031,58 pts
(0,09%)
Dólar comercial
R$ 4,94
(0,13%)
Dólar turismo
R$ 5,14
(0,12%)
Euro
R$ 5,34
(0,22%)

BBM Logística registra receita líquida de R$ 380,4 milhões no 2º trimestre de 2023

Ebitda foi de R$ 39,4 milhões
Por Redação em 15 de agosto de 2023 às 10h19
BBM Logística registra receita líquida de R$ 380,4 milhões no 2º trimestre de 2023
Foto: Divulgação/BBM Logística
Foto: Divulgação/BBM Logística

A BBM Logística encerrou o segundo trimestre de 2023 com R$ 380,4 milhões em receita líquida. A companhia atribui o resultado de abril a junho a evolução do desempenho operacional, com o Ebitda de R$ 39,4 milhões (35,5% superior ao mesmo período do ano passado), e financeiro, que atingiu R$ 71,7 milhões - quase o triplo dos R$ 25,3 milhões do 2T22 - e ROIC consolidado de 15,3% (avanço de 12,9 pontos percentuais sobre o mesmo período).

De acordo com a BBM, a geração operacional de caixa é resultante dos esforços para a melhoria da eficiência operacional e redução do ciclo de conversão de caixa. Em relação ao desempenho operacional, o EBITDA foi positivamente impactado por receitas não operacionais. Já o EBIT totalizou R$ 6,6 milhões, mais que o dobro na comparação com igual período do ano anterior.

Para a BBM, o período foi "desafiador" devido ao "ambiente macroeconômico adverso, tendo como principais reflexos os elevados juros reais, o baixo crescimento da economia - em especial do setor industrial - e a escassez do crédito no mercado."

A companhia espera que no próximo trimestre haja uma evolução do cenário macroeconômico, com o primeiro corte nas taxas de juro, e projeções econômicas apontando elevação da taxa de crescimento e mercado de crédito dando os primeiros sinais de certa melhoria. “Vários novos contratos foram fechados no último trimestre e a expectativa é que o volume de negócios cresça substancialmente, permitindo uma melhor diluição dos custos fixos e, consequentemente, aumento das margens operacionais”, afirma Antonio Wrobleski, presidente da BBM Logística.

"O pipeline comercial se manteve bastante aquecido com a conquista de 938 novos negócios, que adicionaram R$ 75 milhões de faturamento no trimestre, sendo que a maior parte da receita de novos negócios somente deve ser adicionada à Receita Líquida da Companhia a partir do segundo semestre. A companhia conta, ainda, com cerca de R$ 200 milhões de backlog de receita de negócios em implantação ou em ramp-up. No segmento de transporte, o nível de serviço prestado se manteve em patamares bastante elevados nesse trimestre, com uma retenção de carteira acima de 97%", diz o comunicado da empresa.

LEIA MAIS:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar