Ibovespa
129.558,62 pts
(0,42%)
Dólar comercial
R$ 4,96
(-0,36%)
Dólar turismo
R$ 5,16
(-0,28%)
Euro
R$ 5,37
(-0,02%)

Stefanini Chile triplica faturamento em dois anos e mira expansão na Argentina em meio a desafios econômicos

Country manager Rodrigo Stefanini lidera estratégia de crescimento em mercado argentino enfrentando a maior inflação do G20 em 2023
Por Redação em 11 de janeiro de 2024 às 10h22
Stefanini Chile triplica faturamento em dois anos e mira expansão na Argentina em meio a desafios econômicos
Foto: Divulgação/Stefanini
Foto: Divulgação/Stefanini

Nos últimos dois anos, a Stefanini Chile registrou um notável aumento no faturamento, alcançando um crescimento triplamente significativo sob a liderança do country manager Rodrigo Stefanini. Agora, o executivo assume também a mesma posição na Argentina, enfrentando o desafio de impulsionar o crescimento da empresa em meio a uma economia em crise, marcada pela maior inflação do G20 em 2023, atingindo 142,7% em 12 meses.

De janeiro a outubro do ano passado, a taxa acumulada foi de 120%, destacando a complexidade do cenário econômico enfrentado por Stefanini na Argentina. A estratégia para replicar o sucesso obtido no Chile consiste em combinar a expertise de 36 anos do Grupo Stefanini, incluindo 12 anos dedicados ao desenvolvimento e implementação de Inteligência Artificial em diversas áreas.

No Chile, Rodrigo Stefanini liderou a digitalização das principais ofertas do Grupo, especialmente nas áreas de IA, Cyber, Finanças, Indústria e Marketing Digital. A expectativa para 2024 é alcançar um crescimento superior a 40% em comparação ao ano anterior. Na Argentina, o executivo planeja adotar uma abordagem semelhante, visando expandir significativamente a participação de mercado da Stefanini.

"Vamos ampliar a oferta de soluções digitais que possam solucionar e aprimorar negócios em empresas de todos os tamanhos e segmentos. Além de IA, teremos uma forte atuação em cibersegurança nos dois países", destaca o executivo, enfatizando a importância da governança e segurança, especialmente no campo da cibersegurança, em um ambiente de expansão transversal da inteligência artificial.

Rodrigo Stefanini, formado em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e com especializações na Singapore Management University, traz consigo uma vasta experiência, tendo trabalhado anteriormente no Peru e na Colômbia. Sua principal meta atual é contribuir para o desenvolvimento de projetos que auxiliem os clientes em processos contínuos de transformação digital impulsionados pela IA.

"Como ferramenta produtiva e de gestão, a IA pode otimizar a eficiência dos serviços de tecnologia e aumentar as margens de lucro. Para definir as fases futuras da evolução da IA, podemos falar de três momentos...", complementa Rodrigo Stefanini, destacando as perspectivas para a evolução da IA nos próximos anos, com ênfase nas implicações para a segurança cibernética.


LEIA TAMBÉM:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar