Ibovespa
131.689,38 pts
(1,61%)
Dólar comercial
R$ 4,93
(-0,97%)
Dólar turismo
R$ 5,14
(-0,90%)
Euro
R$ 5,35
(-1,00%)

Clube da Estrada é vendido e EXCO assume operação; entenda o negócio

Empresa brasileira de soluções logísticas inicia novo capítulo na plataforma de relacionamento com caminhoneiros
Por Redação em 15 de janeiro de 2024 às 15h00
Clube da Estrada é vendido e EXCO assume operação; entenda o negócio
Foto: Divulgação/Clube da Estrada
Foto: Divulgação/Clube da Estrada

A EXCO assume a gestão do Clube da Estrada a partir de 1º de janeiro de 2024. Este ativo, conhecido como a principal plataforma de relacionamento com caminhoneiros no país, estava sob a administração da logtech Freto desde dezembro de 2021. Em uma década, o Clube da Estrada acolheu mais de 1 milhão de motoristas através de suas unidades físicas nas estradas brasileiras.

Com um investimento de R$ 40 milhões ao longo dos últimos dez anos em serviços de saúde, bem-estar e educação para caminhoneiros e suas famílias, o Clube da Estrada passou por um turnaround liderado pela Freto desde dezembro de 2021. A gestão do Freto resultou em um aumento significativo do impacto social, devolvendo R$4,42 em serviços para cada R$1 investido.

Thomas Gautier, CEO do Freto, destaca o sucesso da transformação do Clube da Estrada: "O propósito de ser a casa do caminhoneiro fora de casa sempre foi cumprido com maestria em todos esses anos. Acreditamos que as decisões tomadas, principalmente em 2023, chamaram a atenção de empresas como a EXCO."

A EXCO, assumindo a gestão do Clube após um período de crescimento notável, pretende manter e expandir as oportunidades de negócios. Em 2022, o Clube registrou 153 mil visitas e 16 mil novos cadastros, com um crescimento de 45% e 23% em comparação com 2021, respectivamente. Em 2023, esse crescimento continuou, destacando-se um aumento de 5% na média de visitas por unidade.

Danilo Godói, CEO da EXCO, revela os planos futuros: "Estamos entusiasmados em apresentar esse novo capítulo, dando continuidade à excelência e respeito aos profissionais que movem o Brasil. Queremos, até o final de 2024, ter um total de no mínimo mais cinco novas unidades físicas do Clube."

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar