Ibovespa
128.150,71 pts
(-0,10%)
Dólar comercial
R$ 5,10
(-0,55%)
Dólar turismo
R$ 5,32
(-0,28%)
Euro
R$ 5,55
(-0,49%)

Log-In anuncia receita de R$ 619,4 milhões no primeiro trimestre de 2024

Empresa destaca crescimento e resultados em diversas áreas de atuação
Por Redação em 14 de maio de 2024 às 7h52
Log-In anuncia receita de R$ 619,4 milhões no primeiro trimestre de 2024
Foto: Divulgação/Log-In Logística
Foto: Divulgação/Log-In Logística

A Log-In Logística Integrada divulgou, nesta quarta-feira (08), os resultados financeiros e operacionais do primeiro trimestre de 2024. Destacando uma receita operacional líquida de R$ 619,4 milhões, o grupo registrou um aumento de 10,7% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

O crescimento é atribuído aos resultados positivos em todas as áreas de negócio, com ênfase nas torres de Navegação, Terminal de Vila Velha (TVV) e Transporte Rodoviário de Cargas.

Segundo o CEO da Log-In Logística Integrada, Marcio Arany, os resultados refletem não apenas o compromisso da equipe, mas também a estratégia assertiva da empresa em adaptar-se às demandas do mercado. Arany enfatiza que a empresa está focada em fornecer valor excepcional aos stakeholders.

Navegação Costeira
No segmento de Navegação Costeira, a empresa registrou um crescimento de 16,3% na receita líquida, totalizando R$ 383,2 milhões no primeiro trimestre de 2024. Esse aumento está relacionado ao desempenho recorde em termos de volume, bem como ao maior market share na Cabotagem, fortalecendo a posição da Log-In no eixo Norte.

Terminal Portuário de Vila Velha (TVV)
O TVV obteve um desempenho recorde, com a maior receita operacional líquida já registrada para um primeiro trimestre, totalizando R$ 89,5 milhões. O terminal também alcançou o maior volume de movimentação de contêineres para o período, com 56,3 mil boxes, impulsionado pela ampliação da importação de veículos elétricos e exportação de café.

Transporte Rodoviário de Cargas
No transporte rodoviário de cargas, a Log-In investiu na expansão da frota, adquirindo veículos Euro 6 para reduzir as emissões de CO2 e melhorar a eficiência operacional. A receita operacional líquida neste segmento cresceu 5,4% em relação ao mesmo período do ano anterior, alcançando R$ 132,6 milhões.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar