Ibovespa
124.305,57 pts
(-0,34%)
Dólar comercial
R$ 5,17
(0,27%)
Dólar turismo
R$ 5,37
(0,22%)
Euro
R$ 5,61
(0,64%)

Governo federal prepara portaria para contemplar melhorias ao setor portuário

Segundo a ABTP, apesar da importância da Lei dos Portos, ainda há espaços para melhorias, criar ambiente sólido para que a segurança jurídica e políticas de estado possam prosperar
Por Redação em 31 de agosto de 2023 às 11h54
Governo federal prepara portaria para contemplar melhorias ao setor portuário
Foto: Divulgação/ABTP
Foto: Divulgação/ABTP

Durante o debate promovido pela Associação Brasileira dos Terminais Portuários (ABTP) sobre uma década da "Lei dos Portos", o secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, do Ministério de Portos e Aeroportos, Fabrizio Pierdomenico, anunciou a elaboração de uma portaria para criação de grupo de trabalho voltado a promover o aperfeiçoamento da gestão portuária, a partir das demandas apresentadas pela ABTP. O evento foi realizado em Brasília (DF).

“A associação nos apresentou o que seria a evolução da lei 12.815, a terceira geração de regulação portuária, e que proporcionaria, de novo, um grande salto. Estou convicto de que é necessário, mais do que celebrar, permitir que a gente consiga tornar o marco regulatório uma peça dinâmica, que cresça com o setor portuário. A pedido da ABTP, estamos fazendo uma portaria; vamos nos debruçar sobre a proposta que veio da iniciativa privada”, detalhou para uma plateia de aproximadamente 300 pessoas, entre empresários, autoridades e especialistas na área portuária.

Desafios atuais
Para Roberto Oliva, presidente do Conselho Deliberativo da ABTP, ainda há pouca compreensão da complexidade e do risco que envolve a atividade. “Necessitamos de mais acessibilidade aos portos. Agora, o nosso problema é do porto para fora, para que as cargas possam sair e chegar, seja por acesso marítimo, fluvial, terrestre ou via férrea, e isso é uma carência muito grande, que está sendo enfrentada, mas que ainda dificulta a logística”, disse.

Segundo a ABTP, apesar da importância da Lei dos Portos, ainda há espaços para melhorias, criar ambiente sólido para que a segurança jurídica e políticas de estado possam prosperar.

"É essencial buscar aprimorar a competitividade do setor portuário, estabelecendo mecanismos simplificados e flexíveis voltados a viabilizar maiores volumes de investimentos", pontua Jesualdo Silva, diretor-presidente.

LEIA TAMBÉM:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar