Ibovespa
130.031,58 pts
(0,09%)
Dólar comercial
R$ 4,94
(0,13%)
Dólar turismo
R$ 5,14
(0,12%)
Euro
R$ 5,34
(0,22%)

PortosRio reforça segurança do Porto do Rio de Janeiro com investimento de R$ 3 milhões

Por Redação em 22 de janeiro de 2024 às 10h00
PortosRio reforça segurança do Porto do Rio de Janeiro com investimento de R$ 3 milhões
Foto: Divulgação / PortosRio
Foto: Divulgação / PortosRio

A PortosRio anuncia a implementação de um novo software de segurança que integra, em uma única ferramenta, o monitoramento de imagens por câmeras, o controle de acesso por reconhecimento facial e a leitura de placas por meio de câmeras LPR. A solução foi apresentada na última quarta-feira (17), no Centro de Comando e Controle de Segurança Portuária (CCCSP) do Porto do Rio de Janeiro e foi projetada para fortalecer o monitoramento e o controle de acesso ao porto. A Autoridade Portuária fez um investimento na ordem de R$ 3 milhões na nova estrutura.

Nessa modernização, as mais de 200 câmeras que monitoram tanto a área terrestre quanto a malha aquaviária do Porto do Rio de Janeiro foram substituídas por modelos com Inteligência Artificial embarcada, com 4k de resolução, zoom ótico de 45X e com capacidade termal para captura de imagens precisas durante a noite. Destaca-se ainda, a mudança na tecnologia de acesso ao porto com a transição da autenticação por biometria digital para o reconhecimento facial, com a utilização de leitores que possuem sistema anti-fake, minimizando o risco de fraudes.

O superintendente de Tecnologia da Informação da PortosRio, Carlos Cerveira, esclareceu que devido ao fato do software integrar, em um único sistema, o monitoramento de imagens e o controle de acesso, facilita muito a administração e a gerência da solução. Além disso, permite com facilidade a configuração de eventos pré-definidos, associando as informações oriundas das imagens com possíveis tentativas de acesso, o que possibilita gerar alarmes antecipados para os operadores e, consequentemente, permitir a tomada de decisões de forma rápida e eficiente. 

Cerveira ressaltou ainda que a implementação se encontra em fase de ajustes finos nas configurações do software para atender às necessidades operacionais das Superintendências de Gestão Portuária e da Guarda Portuária, com planos futuros de expansão para outros setores da companhia, incluindo Meio Ambiente e Segurança do Trabalho. No momento, está sendo testado também o uso de drones equipados com câmeras de alta resolução que complementarão as imagens oriundas das câmeras já instaladas, permitindo o monitoramento das imagens coletadas no vôo em tempo real, diretamente no CCCSP, pelos decisores.

Com esses recentes investimentos em tecnologia de segurança, o Porto do Rio de Janeiro fortalece seu controle sobre todas as áreas do porto organizado, seja na detecção de intrusos e tentativas não autorizadas de entrada ou mesmo no caso de operários sem equipamento de proteção individual (EPI) ou veículos transitando em velocidades não permitidas.

 

LEIA MAIS:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar