Ibovespa
127.625,84 pts
(-0,03%)
Dólar comercial
R$ 5,60
(0,30%)
Dólar turismo
R$ 5,81
(0,28%)
Euro
R$ 6,10
(0,13%)

Grupo Imediato coloca em operação dois caminhões desenvolvidos pelo projeto e-retrofit

Equipamentos têm autonomia de 75 km e realizam entregas de bebidas na região da Grande São Paulo
Por Redação em 1 de fevereiro de 2021 às 9h40

O Grupo Imediato coloca em operação seus primeiros veículos elétricos, fruto de um projeto companhia junto à Ambev. Os equipamentos, que já estão sendo utilizados para o transporte de bebidas com destino aos pontos de venda atendidos na região da Grande São Paulo, são resultado de um processo de e-retrofit desenvolvido em conjunto com a Eletra, empresa brasileira especializada no desenvolvimento de veículos pesados com tração elétrica.

O gerente Regional de Operações do Grupo Imediato, Rubens Martins Mugnani, explica que o projeto consistiu em transformar veículos movidos a Diesel em veículos 100% elétricos, com o foco em reduzir a emissão de poluentes, garantindo uma vida útil maior para os veículos. “Para cada modelo temos valores diferentes que foi investido, mas se considerarmos uma média seria em torno de R$ 500 mil”, diz.

Segundo o executivo, são diversas as vantagens. Ele destaca, por exemplo, o custo de manutenção, que é inferior ao veículo a combustão, o consumo de combustível inexiste, com ganho quanto à sustentabilidade. “A cada litro de diesel consumido pelo veiculo convencional é despejado na atmosfera em torno de 800 gramas de monóxido de carbono, no caso do retrofit a emissão é zero”, afirma Mugnani.

Os veículos empregados atualmente têm autonomia de 75 km com uma carga completa. O gerente Regional de Operações do Grupo Imediato adianta que já há planos para expansão da frota de elétricos. “Temos ideia de ampliar o projeto e um de nossos clientes deseja inserir na operação mais 100 veículos retrofit”, resume.

Equipamento

Os dois veículos selecionados passaram por uma grande transformação, com a substituição de várias peças do sistema de tração elétrica. Vale lembrar que todas as peças substituídas também foram recicladas, não gerando danos ao meio ambiente.

Para que o projeto se tornasse viável, outros fatores foram levados em consideração, como a tecnologia nacional e customizada, peças de reposição disponíveis no mercado nacional, vida útil mínima de 15 anos do sistema de tração elétrico e bateria com vida útil de dez anos na aplicação.

Grupo Imediato coloca em operação dois caminhões desenvolvidos pelo projeto e-retrofit

Atendidas todas essas premissas, era preciso certificar no dia a dia a viabilidade operacional e econômica do Projeto. E assim foi feito uma cez que os veículos do projeto e-retrofit rodaram pelas rotas atendidas pela Imediato para a Ambev na grande São Paulo no período de abril a novembro de 2020.

Nesse período, os veículos rodaram 8.564 Km, transportando 601.604 Kg, totalizando 2.869 entregas, ficando 1.153 horas em operação. “Não tivemos falhas operacionais e os indicadores de performance e consumo ficaram dentro do que esperávamos, mostrando-se um projeto totalmente viável”, garante Mugnani.

“Um de nossos valores é sustentabilidade, compromisso que nos desafia e esse projeto nos deu a oportunidade de nos desafiar, de fazer diferente, de mostrar que é possível mantermos os resultados operacionais e do negócio, sendo sustentáveis, preservando o meio ambiente. Certamente colocaremos outros veículos elétricos para rodar nos próximos anos e adotaremos outras medidas para tornar o mundo um lugar melhor para todos”, afirma o vice-presidente do Grupo Imediato, Roberto Zampini.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar